‘Eu não era o cara popular’

Ethan Peck, ator de ‘10 Things I Hate About You’, é neto de Gregory Peck

Entrevista com

Etienne Jacintho

01 de maio de 2010 | 16h00

Avô famoso. 'É uma honra ter esse tipo de herança, mas, de verdade, ele é somente um avô para mim'

 

Ethan Peck, neto de Gregory Peck, vive o adolescente Patrick Verona na série 10 Things I Hate About You, inspirada no filme homônimo dos anos 90, que, por sua vez, foi baseado em Shakespeare. No longa, o papel pertenceu ao vencedor do Oscar por Batman - O Cavaleiro das Trevas, Heath Leadger. Ethan, no entanto, não sente o peso dessas credenciais. "Não estou tentando substitui-lo", diz. Em entrevista ao Estado, Ethan fala sobre a série - cancelada nos Estados Unidos na última quinta, mas que estreia terça-feira, às 19h30, no canal Animax -, o avô famoso e as comparações.

 

Você assistiu ao filme dos anos 90?

Sim e gostei muito. É ótimo. Mas não estou tentando recriar o filme. Só o uso como fonte de inspiração.

 

Você se sente pressionado por fazer o papel que foi de Heath Ledger?

Não. Felizmente não vejo a necessidade de me colocar no lugar dele. Para ser honesto, não via o filme há anos quando fui fazer o teste para o papel. Revi somente depois que fui aprovado. Não estou tentando fazer nada que já foi feito antes.

 

Você se encaixa no estereótipo rebelde de Patrick, seu personagem?

Não sou muito parecido com ele, acho. Definitivamente, não sou tão bacana e corajoso como ele nem sou um badboy - especialmente no colégio, eu não era assim. Por isso, é divertido poder voltar no tempo e ser o garoto bacana e popular na escola, pois não fui esse cara.

 

Você é neto de Gregory Peck, uma lenda em Hollywood. É difícil lidar com essa herança?

É uma honra ter esse tipo de herança, mas, de verdade, ele é somente um avô para mim. Há um abismo nos separando culturalmente e intelectualmente, então é maravilhoso ser comparado a ele.

 

Aproveitando o título da série, o que você odeia em você?

Meu cabelo cacheado (risos)!

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.