AFP
AFP

Estádio Azteca pronto para a homenagem a Roberto Bolaños

Primeira grande homenagem póstuma ao ator está marcada para este domingo

Maria Verza, AP

30 de novembro de 2014 | 15h28

MÉXICO - O Estádio Azteca na Cidade do México está pronto para receber os restos mortais do comediante Roberto Gómez Bolaños e os milhares de admiradores do artista que renderão neste domingo, 30, a primeira grande homenagem póstuma.

Gómes Bolaños, também conhecido como Chespirito e criador de inúmeros personagens infantis que marcaram várias gerações de latino-americanos, morreu na sexta-feira, 28, aos 85 anos, em sua casa em Cancún, no sul do México.

Poucos detalhes se sabem sobre a homenagem que terá lugar na casa do Club América, o time de futebol do humorista, mas se prevê um ato com muitos sorrisos apesar da perda, e da presença de seus 'personagens' mais famosos. A emissora Televisa também indicou que haverá uma missa. O evento está marcado para 12h no horário local, 16h de Brasília.

Os organizadores pediram aos admiradores do comediante que levem uma flor branca para render uma homenagem e acreditam que o estádio, com capacidade para 100 mil pessoas, pode encher.

Os restos mortais de Bolaños foram transportados no sábado de Cancún para a capital mexicana, onde o comediante nasceu e viveu até 2009, e foram velados nas instalações da Televisa, a empresa em que trabalhou por quatro décadas.

Lá, aproximadamente 400 pessoas entre executivos e antigos companheiros ofereceram uma missa e uma homenagem privada em um altar com duas grandes fotografias do ator. Dali, o corpo seria levado ao Estádio Azteca.

Alguns admiradores foram à casa dele em Cancún para despedir-se e também a algumas das ruas pelas quais passou o cortejo fúnebre, mas neste domingo é que será a despedida em massa.

Por meio da conta oficial do artista no Twitter, a família agradeceu no sábado as mostras de carinho expressadas, sobretudo por meio das redes sociais. “Em nome da família, obrigado por tanto amor. Esperamos vocês amanhã no Estadio Azteca a partir das 12 [16h de Brasília] para a despedida”, dizia a mensagem.

Tudo o que sabemos sobre:
Roberto Bolaños

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.