Blair Raughley/Invision/Netflix/AP
Blair Raughley/Invision/Netflix/AP

Esperada quinta temporada de 'Black Mirror' está prevista para 2019

No começo, era uma série pequena na TV inglesa, mas virou um fenômeno quando passou a ser produzida pela Netflix

Mariane Morisawa, Especial para o Estado de S. Paulo

28 de dezembro de 2018 | 06h00

LOS GATOS, CALIFÓRNIA - Faz pouco menos de dez anos que o humorista, crítico e roteirista Charlie Brooker e a roteirista e produtora Annabel Jones criaram a série de antologia Black Mirror. “Mas parece que faz 40!”, disse Jones em entrevista ao Estado, em Los Gatos.

Nas duas primeiras temporadas, era uma série pequena na TV inglesa, com três episódios na primeira temporada e quatro na segunda. A partir daí, Black Mirror passou a ser produzida pela Netflix, com cinco episódios na terceira e seis na quarta. Com o alcance da companhia de streaming, presente em quase 200 países, a série explodiu. 

Não raro, a realidade se aproxima da ficção assustadora de Black Mirror. “Tenho uma espécie de sistema de alerta de terremotos. As pessoas imediatamente me mandam notícias quando há algo que é um pouco Black Mirror”, contou Brooker. São coisas como o sistema de classificação de pessoas que está sendo implantado na China, muito similar ao do episódio Nosedive. A mais estranha de todas, segundo eles, foi National Anthem, em que o primeiro-ministro britânico é forçado a fazer sexo com um porco. “Foi o primeiro episódio que fizemos e sempre achei que não tinha possibilidade de se tornar real.” Uma semana mais tarde, saíram notícias de que o então primeiro-ministro britânico, David Cameron, tinha feito algo similar na faculdade. “Achei por alguns minutos que estava numa simulação, que a realidade era uma ilusão feita para me confundir”, disse Brooker.

A lembrança faz disparar uma das muitas interações divertidas entre Brooker e Jones, que conversam o tempo todo sobre episódios futuros. “A Annabel é muito boa em identificar imediatamente uma falha central nas minhas ideias”, revelou Brooker. Foi assim também com a quinta temporada, que atrasou um pouco por conta da complexidade de Bandersnatch, mas que vai ser lançada em algum momento do ano que vem. 

Tudo o que sabemos sobre:
NetflixBlack Mirrorsérie e seriado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.