HBO
Peter Dinklage (Tyrion Lannister) em cena da segunda temporada de 'Game of Thrones' HBO

Peter Dinklage (Tyrion Lannister) em cena da segunda temporada de 'Game of Thrones' HBO

Especial 'Game of Thrones': A segunda temporada

Guerra dos Cinco Reis, habilidade política de Tyrion Lannister e descobertas além da Muralha foram os destaques do segundo ano da série; leia o resumo

Guilherme Sobota , O Estado de S. Paulo

Atualizado

Peter Dinklage (Tyrion Lannister) em cena da segunda temporada de 'Game of Thrones' HBO

Com um orçamento 15% maior do que a primeira temporada (US$ 69 milhões), o segundo ano de Game of Thrones estreou em primeiro de abril de 2012, e foi inspirado principalmente no livro A Fúria dos Reis, o segundo da série As Crônicas de Gelo e Fogo, de George R. R. Martin. David Benioff e D.B. Weiss são os showrunners da produção. Veja abaixo um resumo da segunda temporada.

Guerra dos Cinco Reis

Westeros está em guerra. Robb Stark luta pela independência de seu povo e também por Correrrio (Riverlands). Ele acredita que deve buscar uma aliança com os Homens de Ferro e manda seu melhor amigo Theon Greyjoy conversar com o pai, Balon — os dois, porém, tramam um plano próprio e Theon ruma para Winterfell, onde uma série de decisões erradas (tentar tomar a cidade, para começo de conversa) o coloca no caminho da desgraça.

Robb também quebra a promessa para Walder Frey e se casa com Talisa.

Os irmãos mais novos, Bran e Rickon, permanecem escondidos em Winterfell e eventualmente começam a rumar para a Muralha para se juntar a Jon Snow. Antes, Bran atua como Lorde da cidade durante algum tempo e começa a desenvolver suas habilidades mágicas.

Capturada pelo exército Lannister e levada para Harrenhall, Arya conhece e salva Jaqen H'ghar: ela não aceita o convite dele para ir a Braavos treinar com os Homens Sem Rosto, mas recebe uma moeda e ouve dele que, quando precisar, basta repetir a frase "Valar Morghulis" para facilitar seu caminho até lá.

Os Lannisters

Joffrey Baratheon ocupa o Trono de Ferro com o apoio da Casa Lannister, com Tyrion como Mão do Rei e o avô, Tywin, como líder do exército (é nessa temporada que Joffrey manda matar todos os bastardos Baratheon, incluindo bebês recém-nascidos).

Sansa Stark continua como sua refém/esposa (no final desse ano, Margaery Tyrell chega a Porto Real e a aliança entre as casas Lannister e Tyrell é firmada com uma promessa de casamento entre os dois, deixando Sansa livre, mas ainda vulnerável).

Capturado pelos Stark, Jaime é enviado, sob escola de Brienne de Tarth, para Porto Real por Catelyn Stark.

Os Baratheon

O outro lado da família, porém, começa a ganhar protagonismo. Renly Baratheon tem um exército poderoso e uma aliança importante com a Casa Tyrell.

Mas Stannis, seu irmão mais velho e herdeiro legítimo do trono, também entra na briga (ele envia cartas para todo o reino dizendo que Joffrey é na verdade um bastardo). Stannis é veterano de várias guerras e agora aliado a Melisandre, uma princesa vermelha do leste devota do Senhor da Luz. Ela acredita que viu o destino de Stannis nas chamas: ocupar o Trono de Ferro. Ser Davos Seaworth é seu outro conselheiro.

Nessa temporada, Melisandre dá a luz a um ser de sombra, que sai do seu ventre e vai matar Renly Baratheon (na frente de Brienne de Tarth).

Targaryen

Recém-nascidos, os dragões de Daenerys ainda são criaturas vulneráveis, e grande parte do esforço dela nessa temporada é para mantê-los seguros.

Na Casa dos Imortais, na cidade de Qarth, ela tem visões que podem ser reveladoras agora na última temporada (o Trono de Ferro coberto de gelo, Porto Real destruída e uma barraca perdida com dois de seus dragões). 

A Batalha de Água Negra

Tyrion demonstra habilidades militares ao ajudar a derrotar o exército de Stannis com um carregamento de fogovivo. Tywin chega para resolver aquela que é a primeira grande cena de batalha de Game of Thrones, no episódio nove.

A Muralha

Os Patrulheiros da Noite montam uma expedição para além da Muralha, em busca de colegas perdidos e para investigar os rumores de selvagens juntando um exército nas montanhas. Eles tomam abrigo na casa de Craster, um homem que vive com as filhas e as toma como esposas. Jon Snow descobre que Craster entrega os filhos como sacrifícios para os Caminhantes Brancos.

Ele também conhece Ygritte, que junto com um grupo de selvagens o captura e o leva para conhecer Mance Ryder, o Rei Além da Muralha.

Enquanto isso, os Caminhantes Brancos avançam com seu enorme exército de mortos vivos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Eddard Stark (interpretado pelo ator Sean Bean) na primeira temporada de 'Game of Thrones' Nick Briggs|HBO

Especial 'Game of Thrones': A primeira temporada

A marcante saga de Ned Stark e as primeiras grandes demonstrações de poder de Daenerys Targaryen foram os destaques do primeiro ano da série

Redação , O Estado de S. Paulo

Atualizado

Eddard Stark (interpretado pelo ator Sean Bean) na primeira temporada de 'Game of Thrones' Nick Briggs|HBO

Inspirada no livro A Guerra dos Tronos, o primeiro da série As Crônicas de Gelo e Fogo, de George R. R. Martin, a primeira temporada de Game of Thrones estreou no dia 17 de abril de 2011 e apresentou muitos dos personagens que, se não estão vivos, sofreram mortes inesquecíveis.

Com uma dúzia de indicações ao Emmy, a temporada levou dois prêmios: Peter Dinklage (Tyrion Lannister, ator coadjuvante em série de drama) e melhor abertura.

Os Stark

A primeira temporada conta a história de vários meses no reino ainda pacífico de Westeros, conforme o longo verão se aproxima do seu fim.

Eddard Stark (Ned) recebe o convite do amigo, Rei Robert Baratheon, para se mudar de Winterfell para Porto Real e servir como Mão do Rei depois da morte de Jon Arryn. Ned aceita a proposta com intenções de investigar a morte de Arryn, seu mentor, depois de receber informações de que ele na verdade foi assassinado.

Em Porto Real, Ned se alia a Petyr Baelish (Mindinho), que viria a se tornar o grande traidor de toda a série. Ned também descobre que os filhos de Cersei Lannister, então a Rainha, não são de Robert, o que os impediria de assumir o Trono de Ferro. Acusado de trair a coroa, Ned é preso, e depois forçado por Cersei a mentir sobre sua traição e jurar fidelidade à Patrulha da Noite.

O novo Rei Joffrey Lannister, porém, exerce um ato de crueldade ao mandar decapitar Ned. A prisão e a morte de Ned, as informações e as tramas de Mindinho desencadeiam a Guerra dos Cinco Reis (Joffrey, Robb Stark, Renly e Stannis Baratheon e Balon Greyjoy, rei das Ilhas de Ferro).

Jon Snow e a Muralha

Revoltado com seu status de bastardo em Winterfell, Jon Snow decide se unir à Patrulha da Noite, grupo de soldados que defende a Muralha (e o resto de Westeros) dos invasores do Norte (os moradores selvagens, mas é necessário lembrar que a primeira cena de toda a série mostra personagens secundários descobrindo a presença dos Caminhantes Brancos).

Jon e Sam Tarlly começam a amizade que perdura até a última temporada, e terá importância fundamental no desenvolvimento dos últimos episódios.

Os Targaryen

Enquanto isso, no continente de Essos, os exilados da Casa Targaryen, que Robert depôs do Trono do Ferro, planejam retornar para Westeros e derrotar os Baratheon/Lannister.

Viserys Targaryen faz sua irmã Daenerys se casar com Khal Drogo, o líder de um enorme exército Dothraki. Apesar do casamento começar difícil para a nova Khaleesi, ela e Drogo se entendem e sentimentos crescem entre os dois — ele mata o irmão abusivo dela e promete ajudá-la a chegar a Westeros até que é ferido em batalha e acaba morrendo depois da magia mal sucedida de uma bruxa convocada por Daenerys.

Sem apoio dos Dothraki e desesperançosa, Daenerys arma a possibilidade de chocar os ovos de dragão e faz nascer as três criaturas, provando seu valor para os remanescentes e se transformando na Mãe de Dragões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Joffrey (Jack Gleeson) e Margaery Tyrell (Natalie Dormer) em cena de 'Game of Thrones' Damien Elliot/HBO

Especial 'Game of Thrones': A terceira temporada

O Casamento Vermelho, a jornada de Jaime Lannister e Brienne de Tarth e a luta de Daenerys Targaryen pelos escravos de Essos marcaram o terceiro ano da série; veja o resumo

Guilherme Sobota , O Estado de S. Paulo

Atualizado

Joffrey (Jack Gleeson) e Margaery Tyrell (Natalie Dormer) em cena de 'Game of Thrones' Damien Elliot/HBO

A terceira temporada de Game of Thrones estreou no dia 31 de março de 2013 e foi baseada na primeira metade de A Tormenta das Espadas, o terceiro livro da série As Crônicas de Gelo e Fogo de George R.R. Martin.

A temporada mais uma vez se passa em vários meses — dessa vez, o outono está estabelecido e o inverno vem aí, e em vez de se preparem para a estação, os Sete Reinos de Westeros continuam em guerra.

Os Baratheon

Renly está morto, e a poderosa Casa Tyrell se aliou ao cruel Joffrey, vencedor da Batalha da Baía Negra (mesmo tendo se escondido e esperado seu tio, Tyrion, e avô, Tywin, venceram a guerra contra Stannis Baratheon por ele). Joffrey comanda agora os maiores exércitos de Westeros.

Stannis, porém, está vivo e, embora derrotado, de volta à sua base em Pedra do Dragão — sua posição de legítimo herdeiro do irmão, Robert, ainda joga uma sombra sobre o reinado de Joffrey. Os poderes de Melisandre também seguem a sua disposição.

Os Stark

O Norte tem uma ocupação parcial dos Homens de Ferro, mas Robb Stark permanece na luta: ele venceu batalhas, mas precisa encontrar um jeito de ganhar de volta a confiança da Casa Frey, depois de ter prometido falsamente que se casaria com uma das filhas de Walder.

Porém, quando achou que oferecer o tio Edmure Tully em seu lugar seria suficiente, acontece o Casamento Vermelho, uma das cenas mais chocantes de toda a série. Walder Frey convida os Stark e seus aliados para uma festa nas torres Gêmeas e basicamente mata todo mundo: Robb, Talisa, Catelyn e os guerreiros leais a eles.

Ao Norte, Bran Stark está viajando pelo Norte para chegar à Muralha. Ele se separa do irmão Rickon e segue para além da fronteira com Hodor, Jojen e Meera Reed, filhos de Howland Reed, amigo próximo de Ned Stark.

Arya Stark escapa de Harrenhall com a Irmandade sem Bandeiras, e depois de um julgamento por combate em que Sandor Clegane mata Berric Dondarrion, este volta à vida pelas mãos de Thoros de Myr, um padre do Senhor da Luz.

Quando Arya tenta fugir, o Cão de Caça a captura novamente e diz que vai levá-la para sua família em busca de recompensa. Eles só chegam, porém, depois do Casamento Vermelho.

Para recuperar o norte da invasão dos Homens de Ferro, Ramsay Bolton (bastardo da família) recaptura Winterfell do frágil domínio de Theon Greyjoy e o tortura até ele se transformar num ser sem vontade própria, apelidado de Fedor. Depois de enviar o pênis decepado do filho para o pai, Balon, os Bolton conseguem um racha na família Greyjoy ao fazer Yara ir atrás do irmão.

Os Lannister

Tywin faz Tyrion se casar com Sansa Stark para eliminar tensões com a família do Norte, mas o casamento não chega a ser consumado e azeda de vez depois do Casamento Vermelho (e além disso, o arranjo irrita Shae, namorada de Tyrion que terá papel fundamental no seu futuro). Já foi mencionado que Tywin também foi o mentor da chacina dos Stark no Norte? Pois é.

Cersei perde influência sobre o filho, Joffrey, quando Margeary Tyrell faz de tudo para agradar o rei e exercer poder ao seu lado.

Jaime perde a mão ao defender Brienne de Tarth de um ataque de Locke Bolton. A amizade dos dois cresce, e capturados agora por Roose Bolton, eles têm a conversa no banho, outra cena icônica da série na qual Jaime explica como se tornou o Regicida. Depois de salvar Brienne novamente da mão dos Bolton, ele volta com ela a Porto Real e finalmente reecontra Cersei.

Muralha

É nessa temporada que Sam e Gilly começam sua longa caminhada juntos — e aqui que Sam descobre que vidro de dragão é uma arma fatal contra os Caminhantes Brancos, ao matar um deles com uma adaga do material. Eles fogem do motim na tenda de Craster (onde os amotinados matam o selvagem e também o comandante Mormont), vão para a Muralha e ajudam Bran e companhia a passar a barreira.

Depois de passar um tempo com Mance Ryder e enganá-lo de que se livrou do juramento da Patrulha da Noite, Jon Snow parte com um grupo de pessoas do Povo Livre para atacar a Muralha. Ele também se apaixona por Ygritte e os dois transam. Eventualmente ele é descoberto, foge — quando é reencontrado por Ygritte, ela atira três flechas nele, e é num estado semiconsciente que ele chega à Muralha no final da temporada.

Targaryen

Daenerys Targaryen escapa de Qarth e chega a Astapor, onde conhece o exército de Imaculados. Ela faz negócio com o mestre de escravos chefe e oferece seu dragão. Quando ela confere a lealdade do exército, porém, manda Drogo queimar vivo o escravocrata e comanda os Imaculados a matarem todos os senhores de escravos.

Ela segue para Yunkai onde conta com a ajuda de Daario Naharis para angariar outro exército, os Segundos Filhos, e também libertar os escravos da cidade. A temporada termina com ela sendo adorado pelos moradores da cidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Julgamento de Tyrion na quarta temporada de Game of Thrones HBO

Especial 'Game of Thrones': A quarta temporada

Morte de Joffrey Baratheon, Batalha de Castelo Negro e as dificuldades políticas de Daenerys Targaryen são destaques do quarto ano da série; veja o resumo

Guilherme Sobota , O Estado de S. Paulo

Atualizado

Julgamento de Tyrion na quarta temporada de Game of Thrones HBO

A quarta temporada de Game of Thrones é baseada, em sua maior parte, na segunda metade do livro A Tormenta das Espadas, mas também tem material de O Festim dos Corvos e A Dança dos Dragões, quarto e quinto livros da série As Crônicas de Gelo e Fogo, de George R. R. Martin. A temporada estreou em 6 de abril de 2014.

Após o Casamento Vermelho, a Guerra dos Cinco Reis vai chegando ao fim, mas as intrigas continuam entre as casas de Westeros.

Lannister

A temporada começa como um momento de triunfo dos Lannisters. O rei maluco Joffrey Baratheon segue no Trono, mas seu avô e Mão do Rei, Tywin, é o verdadeiro comandante geral: como recompensa pelo trabalho no Casamento Vermelho, Tywin deu aos Bolton o controle do Norte, e aos Frey a proteção da região de Correrrio.

Isso até o casamento de Joffrey e Margaery Tyrell, no qual Joffrey é envenenado: o plano é de Olenna Tyrell, mas Cersei acusa Tyrion, que vai a julgamento e é condenado depois da traição de Shae, sua namorada (que ele havia mandado embora de Porto Real por temer pela vida dela). Tommem, o irmão Baratheon mais novo, assume o Trono de Ferro.

Tyrion exige um julgamento por combate, e para vingar a morte de sua irmã, Oberyn Martell, príncipe de Dorne, se oferece como seu campeão. A luta entre ele e Ser Gregor Clegane (o Montanha) é um dos combates inesquecíveis da série, e os dois acabam mortos (O Montanha é reanimado por Qyburn mais tarde e vira uma espécie de zumbi).

Jaime dá uma espada de aço valiriano para Brienne de Tarth e pede para ela ir atrás de Sansa Stark, que fugiu da cidade com Petyr Baelish.

Tyrion, preso e condenado à morte, é ajudado pelo irmão Jaime a escapar. Sozinho, porém, o anão mata Shae e Tywin, seu pai, antes de fugir com Varys.

Casas

Ainda há duas casas desafiando o reinado: os Greyjoys, das Ilhas de Ferro, e os Baratheons.

Os Homens de Ferro no Norte são caçados por Ramsay, filho bastardo de Roose Bolton, que ainda mantém Theon Greyjoy como refém (o que tem pouco efeito no pai, Balon Greyjoy).

Stannis, herdeiro legítimo do trono do seu irmão Robert, se recusa a se render, apesar de ter apenas um restante de exército. Depois ele segue para Braavos em busca de um empréstimo.

Stark

Sansa fugiu com Petyr Baelish para o Ninho da Águia, onde ele se casa com Lysa Arryn (tia de Sansa). Ali é revelado que foi ele quem matou Jon Arryn, desdobramento importante da primeira temporada. Após um conflito de Lysa e Sansa (cuja identidade é mantida em segredo), o Mindinho mata a nova esposa.

Arya segue para lá sob a custódia do Cão de Caça, e a dupla é interceptada por Brienne de Tarth, que jurou proteger as filhas Stark. Brienne e o Cão fazem um duelo que o deixa à beira da morte. Arya parte para Braavos para se juntar aos Homens sem Rosto (Valar Morghulis).

Muralha

Os Patrulheiros da Noite estão insatisfeitos com Jon Snow, que traz alertas do enorme exército de Mance Ryder e do Povo Livre de Além da Muralha. A Batalha do Castelo Negro, quando os selvagens atacam a cidade da Muralha, deixa muitos mortos e feridos, incluindo Ygritte, a paixão de Jon. Quando ele vai para além da Muralha negociar uma trégua ou tentar resolver a guerra de outro jeito, é surpreendido pelo novo exército de Stannis Baratheon que ataca os selvagens e captura Mance Ryder.

Ao norte da Muralha, Bran Stark e sua turma finalmente encontram o Corvo de Três Olhos (Jojen Reed morre, mas Meera e Hodor são salvos pelos Filhos da Floresta que vivem com o Corvo).

Essos

Daenerys Targaryen decide continuar em Essos depois da morte de Joffrey, apesar de todas as questões. Ela tem problemas em controlar os dragões, mas segue na missão de libertar as cidades com escravos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Eddard Stark (interpretado pelo ator Sean Bean) na primeira temporada de 'Game of Thrones' Nick Briggs|HBO

Última temporada de 'Game of Thrones' ganha primeiro trailer

A marcante saga de Ned Stark e as primeiras grandes demonstrações de poder de Daenerys Targaryen foram os destaques do primeiro ano da série

Redação , O Estado de S. Paulo

Atualizado

Eddard Stark (interpretado pelo ator Sean Bean) na primeira temporada de 'Game of Thrones' Nick Briggs|HBO

Inspirada no livro A Guerra dos Tronos, o primeiro da série As Crônicas de Gelo e Fogo, de George R. R. Martin, a primeira temporada de Game of Thrones estreou no dia 17 de abril de 2011 e apresentou muitos dos personagens que, se não estão vivos, sofreram mortes inesquecíveis.

Com uma dúzia de indicações ao Emmy, a temporada levou dois prêmios: Peter Dinklage (Tyrion Lannister, ator coadjuvante em série de drama) e melhor abertura.

Os Stark

A primeira temporada conta a história de vários meses no reino ainda pacífico de Westeros, conforme o longo verão se aproxima do seu fim.

Eddard Stark (Ned) recebe o convite do amigo, Rei Robert Baratheon, para se mudar de Winterfell para Porto Real e servir como Mão do Rei depois da morte de Jon Arryn. Ned aceita a proposta com intenções de investigar a morte de Arryn, seu mentor, depois de receber informações de que ele na verdade foi assassinado.

Em Porto Real, Ned se alia a Petyr Baelish (Mindinho), que viria a se tornar o grande traidor de toda a série. Ned também descobre que os filhos de Cersei Lannister, então a Rainha, não são de Robert, o que os impediria de assumir o Trono de Ferro. Acusado de trair a coroa, Ned é preso, e depois forçado por Cersei a mentir sobre sua traição e jurar fidelidade à Patrulha da Noite.

O novo Rei Joffrey Lannister, porém, exerce um ato de crueldade ao mandar decapitar Ned. A prisão e a morte de Ned, as informações e as tramas de Mindinho desencadeiam a Guerra dos Cinco Reis (Joffrey, Robb Stark, Renly e Stannis Baratheon e Balon Greyjoy, rei das Ilhas de Ferro).

Jon Snow e a Muralha

Revoltado com seu status de bastardo em Winterfell, Jon Snow decide se unir à Patrulha da Noite, grupo de soldados que defende a Muralha (e o resto de Westeros) dos invasores do Norte (os moradores selvagens, mas é necessário lembrar que a primeira cena de toda a série mostra personagens secundários descobrindo a presença dos Caminhantes Brancos).

Jon e Sam Tarlly começam a amizade que perdura até a última temporada, e terá importância fundamental no desenvolvimento dos últimos episódios.

Os Targaryen

Enquanto isso, no continente de Essos, os exilados da Casa Targaryen, que Robert depôs do Trono do Ferro, planejam retornar para Westeros e derrotar os Baratheon/Lannister.

Viserys Targaryen faz sua irmã Daenerys se casar com Khal Drogo, o líder de um enorme exército Dothraki. Apesar do casamento começar difícil para a nova Khaleesi, ela e Drogo se entendem e sentimentos crescem entre os dois — ele mata o irmão abusivo dela e promete ajudá-la a chegar a Westeros até que é ferido em batalha e acaba morrendo depois da magia mal sucedida de uma bruxa convocada por Daenerys.

Sem apoio dos Dothraki e desesperançosa, Daenerys arma a possibilidade de chocar os ovos de dragão e faz nascer as três criaturas, provando seu valor para os remanescentes e se transformando na Mãe de Dragões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Eddard Stark (interpretado pelo ator Sean Bean) na primeira temporada de 'Game of Thrones' Nick Briggs|HBO

'Game of Thrones': os personagens mortos

A marcante saga de Ned Stark e as primeiras grandes demonstrações de poder de Daenerys Targaryen foram os destaques do primeiro ano da série

Redação , O Estado de S. Paulo

Atualizado

Eddard Stark (interpretado pelo ator Sean Bean) na primeira temporada de 'Game of Thrones' Nick Briggs|HBO

Inspirada no livro A Guerra dos Tronos, o primeiro da série As Crônicas de Gelo e Fogo, de George R. R. Martin, a primeira temporada de Game of Thrones estreou no dia 17 de abril de 2011 e apresentou muitos dos personagens que, se não estão vivos, sofreram mortes inesquecíveis.

Com uma dúzia de indicações ao Emmy, a temporada levou dois prêmios: Peter Dinklage (Tyrion Lannister, ator coadjuvante em série de drama) e melhor abertura.

Os Stark

A primeira temporada conta a história de vários meses no reino ainda pacífico de Westeros, conforme o longo verão se aproxima do seu fim.

Eddard Stark (Ned) recebe o convite do amigo, Rei Robert Baratheon, para se mudar de Winterfell para Porto Real e servir como Mão do Rei depois da morte de Jon Arryn. Ned aceita a proposta com intenções de investigar a morte de Arryn, seu mentor, depois de receber informações de que ele na verdade foi assassinado.

Em Porto Real, Ned se alia a Petyr Baelish (Mindinho), que viria a se tornar o grande traidor de toda a série. Ned também descobre que os filhos de Cersei Lannister, então a Rainha, não são de Robert, o que os impediria de assumir o Trono de Ferro. Acusado de trair a coroa, Ned é preso, e depois forçado por Cersei a mentir sobre sua traição e jurar fidelidade à Patrulha da Noite.

O novo Rei Joffrey Lannister, porém, exerce um ato de crueldade ao mandar decapitar Ned. A prisão e a morte de Ned, as informações e as tramas de Mindinho desencadeiam a Guerra dos Cinco Reis (Joffrey, Robb Stark, Renly e Stannis Baratheon e Balon Greyjoy, rei das Ilhas de Ferro).

Jon Snow e a Muralha

Revoltado com seu status de bastardo em Winterfell, Jon Snow decide se unir à Patrulha da Noite, grupo de soldados que defende a Muralha (e o resto de Westeros) dos invasores do Norte (os moradores selvagens, mas é necessário lembrar que a primeira cena de toda a série mostra personagens secundários descobrindo a presença dos Caminhantes Brancos).

Jon e Sam Tarlly começam a amizade que perdura até a última temporada, e terá importância fundamental no desenvolvimento dos últimos episódios.

Os Targaryen

Enquanto isso, no continente de Essos, os exilados da Casa Targaryen, que Robert depôs do Trono do Ferro, planejam retornar para Westeros e derrotar os Baratheon/Lannister.

Viserys Targaryen faz sua irmã Daenerys se casar com Khal Drogo, o líder de um enorme exército Dothraki. Apesar do casamento começar difícil para a nova Khaleesi, ela e Drogo se entendem e sentimentos crescem entre os dois — ele mata o irmão abusivo dela e promete ajudá-la a chegar a Westeros até que é ferido em batalha e acaba morrendo depois da magia mal sucedida de uma bruxa convocada por Daenerys.

Sem apoio dos Dothraki e desesperançosa, Daenerys arma a possibilidade de chocar os ovos de dragão e faz nascer as três criaturas, provando seu valor para os remanescentes e se transformando na Mãe de Dragões.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.