Episódio final de 'American Idol' marca recuperação na audiência

A surpreendente vitória do roqueiroDavid Cook na edição deste ano do "American Idol" atraiu quase32 milhões de telespectadores nos Estados Unidos, naquarta-feira à noite, ou 3 por cento a mais do que a final doano passado, afirmou na quinta-feira o Nielsen Media Research. O programa de duas horas transmitido pelo canal de TV Foxtornou-se o episódio com a segunda maior audiência dessepopular concurso de talentos, nesta temporada, ficando atrásapenas do episódio de abertura, que registrou mais de 33milhões de telespectadores e foi ao ar em janeiro. A boa notícia vinda do instituto Nielsen aparece após aatração ter registrado recordes negativos de audiência ao longode semanas. E o "American Idol" terminou sua temporada anual comnúmeros de audiência absoluta e relativa menores junto aostelespectadores de 18 a 49 anos de idade, a fatia mais cobiçadapelos anunciantes. Este é o segundo ano consecutivo em que a temporada perdeaudiência, apesar de sua popularidade final poder vir a sercorrigida quando os números definitivos do Nielsen chegarem. O programa, que costuma ir ao ar duas vezes por semana,ficou com uma audiência média de 28,1 milhões detelespectadores por episódio na atual temporada, ou menos doque a média de 30,8 milhões no auge da atração, em 2006. Mas continua a ser, de longe, o programa mais popular da TVnorte-americana. A inesperada vitória de Cook, 25, que trabalhava em um bare tocava em uma banda antes de fazer o teste para a competição,revelou-se um dos finais mais inesperados da série. O rival dele, David Archuleta, 17, antes chamado de "OEscolhido" e tido como o favorito, terminou em segundo lugarapós a noite de terça-feira, última em que os concorrentes seapresentaram. Nesse dia, registrou-se um recorde de 97,5milhões de votos dados pelos fãs. (Reportagem de Steve Gorman)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.