Wilton Junior| Estadão
Wilton Junior| Estadão

Emoção marca apresentação da nova 'Escolinha do Professor Raimundo'

Os roteiristas Daniel Adjafre e Pericles Barros tiveram de manter o tom dos programas originais, mas com linguagem mais atual

Clarissa Thomé, O Estado de S.Paulo

29 Outubro 2015 | 10h12

RIO - As gravações do especial Escolinha do Professor Raimundo terminaram na tarde desta quarta feira, 28, com elenco muito emocionado. O ator Bruno Mazzeo assumiu o lugar do pai, Chico Anysio, como o mestre que se queixa que "o salário, ó", mas que não desiste do ofício. 

Perfeito ao repetir os trejeitos do pai com a caracterização que o deixou ainda mais parecido com Chico,  Bruno foi modesto. "Ele teria apontado uns oito defeitos. Era o personagem menos engraçado, mas o que ele mais gostava de fazer", afirmou. 

Bruno foi dos poucos a segurar as lágrimas. "Estou tão anestesiado que não chorei." Fabiana Karla,  que faz a Cacilda que foi de Cláudia Gimenez, chorou tanto que no fim soltou: "Fiquei a cara do Fofão, fazendo rir os colegas de elenco".

A caracterização dos atores chama a atenção. Mateus Solano como Zé Bonitinho, Dani Calabresa (irreconhecíve)l como Catifunda, e Marcos Caruso como Seu Peru chamaram a atenção. Lúcio Mauro Filho faz homenagem ao pai Lúcio Mauro com o personagem Aldemar Vigário.

Os roteiristas finais Daniel Adjafre e Pericles Barros tiveram de manter o tom dos programas originais, mas numa linguagem mais atual. A personagem Tati,  agora de Fernanda Souza, solta um "hashtag partiu fazer arte", ao responder sobre a Semana de Arte Moderna de 22.

O remake da Escolinha do Professor Raimundo, dirigido por Cininha de Paula, é uma coprodução da Globo com o Canal Viva. Foram gravados sete episódios. Os cinco primeiros vão ao ar no canal de tevê paga, a partir de 23 de novembro. Na Globo,  os programas passarão aos domingos a partir de dezembro.

Fazem parte do elenco Ângelo Antônio (Joselino Barbacena), Betty Gofman (Dona Bela), Ellen Roche (Capitu), Evandro Mesquita (Armando Volta), Fernanda de Freitas (Marina da Glória), Kiko Mascarenhas (Galeão Cumbica), Marcelo Adnet (Rolando Lero), Marcius Melhem (Seu Boneco), Marco Ricca ( Pedro Pedreira), Maria Clara Gueiros ( Cândida), Otaviano Costa (Ptolomeu), Otávio Müller (Baltazar Rocha) e Rodrigo Sant'Anna (Batista).

 

Mais conteúdo sobre:
Bruno Mazzeo Marcos Caruso televisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.