Rogério Lacanna
Rogério Lacanna

Em novo programa, Monica Iozzi mostra a importância de se falar de política

Atriz vai apresentar 'Fale Mais Sobre Isso, Iozzi', que estreia nesta segunda, no Canal Brasil

Eliana Silva de Souza, O Estado de S.Paulo

11 de março de 2022 | 20h01

Desde criança, Monica Iozzi conta que já nutria interesse especial pela política, a ponto de ficar grudada na televisão para acompanhar os programas partidários. Essa afeição ganhou ênfase em sua trajetória artística - primeiro ao integrar o time do programa CQC, nos anos 2010, quando pôde lidar diretamente com esse tema. Agora, aos 40 anos, a atriz realiza o sonho de comandar um programa que, nesta temporada, irá discutir política de várias formas e com diversos convidados. Assim, a menina de Ribeirão Preto, cidade do interior de São Paulo, estreia Fale Mais Sobre Isso, Iozzi, nesta segunda, às 21h45, no Canal Brasil, e conta com direção de André Barcinski.

Ao todo serão 13 episódios com um tema diferente em cada um e, como explica a apresentadora, para entrar no tema escolheram começar pelo básico. Por isso, na estreia, Monica conta com Leandro Karnal, Fábio Porchat e Majur para tentar explicar O Que É Política?, primeiro assunto a ser debatido no programa. Nos seguintes, continua Monica, a ideia é responder a outras questões, mas sempre ligadas à política, como no dia em que se discutirão os temas Como se Faz um País, As Dores e as Delícias da Democarcia, Ideologias Políticas, Política e Religião, Corrupção na Política, entre outros. “Gosto muito do nosso último episódio”, revela a atriz, “a Política do Amanhã, onde a gente fala sobre iniciativas políticas inteligentes e não só da política partidária, aquela com que lidamos no dia a dia - como é que entidades civis se organizam para fazer trabalhos legais para fechar o programa com um olhar de esperança.”

“Eu quero falar sobre política de um jeito leve, para que qualquer pessoa totalmente leiga possa acompanhar e que seja interessante e muitas vezes divertido”, enfatiza Monica Iozzi, que destaca os dois pontos que mais a motivam a querer tratar do tema. Ela conta que a ideia veio de sua experiência quando estava no CQC e também pelos comentários de seguidores em suas redes sociais. Nesse contato com o público, percebeu o grande desinteresse por política, algo que ela acredita ocorrer por dois motivos. “O primeiro é que as  pessoas realmente acreditam que política é uma engrenagem viciada, todo político é bandido e, por isso, se distanciam dela”, diz. O outro ponto era sobre perceber que as pessoas não entendiam direito como cada instituição funcionava. Segundo sua percepção, as pessoas não sabiam muito a diferença entre os poderes Legislativo, Executivo, Judiciário, nem tampouco o que fazem um vereador, deputado estadual ou deputado federal. “Enfim, dúvidas básicas que inclusive antes mesmo de ir trabalhar com política eu também tinha e acho que todo todos temos em alguma esfera.”

Assunto que motiva discussões ferozes, afasta famílias, destrói amizades, a política pode ser apaixonante. “Uma preocupação minha desde o início foi que o programa não tivesse assim viés partidário. É claro que durante as entrevistas surgiram comentários sobre o momento do governo atual, mas a ideia é realmente falar da política de uma maneira sempre que possível quase atemporal”, explica Monica. Para ajudar a formatar o programa, ao lado da apresentadora e do diretor estavam a roteirista Ana Carolina Francisco e o jornalista Rodrigo Vizeu.

766E3C01-53A8-483E-9B06-CCE0C7108013
A política define como todos nós vivemos
E0EAB005-9061-4B3D-86B9-AEB61693E313
Monica Iozzi, atriz e apresentadora

Para se diferenciar de outras atrações do gênero, o Fale Mais Sobre Isso, Iozzi convidou pessoas de áreas variadas e com um olhar diferente para cada tema abordado, o que, para Monica, contribuiu para enriquecer o debate. Dessa forma, estarão no programa “pessoas que realmente não se relacionam com política”, afirma a apresentadora. A única convidada que foge um pouco dessa ideia é Marina Silva. “Abri uma exceção para a Marina, primeiro porque ela não está agora em nenhum cargo em qualquer governo, mas também porque ela participou do episódio Política e Religião, e por dizer que é claramente evangélica, mas que consegue separar muito bem os campos que atua.”

Monica Iozzi vê a importância da política nas coisas básicas do dia a dia, o que reforça sua vontade de criar esse vínculo com o espectador, para que surja o interesse no assunto. Para ela, “a política define como nós vivemos, seja o estado do asfalto da tua rua, seja o valor do salário mínimo, os índices de inflação, as políticas de defesa das minorias. A política define como todos nós vivemos”.

Outros projetos

Além do novo desafio, Monica Iozzi poderá ser vista no Mar de Dentro, com estreia agendada para o dia 7 de abril. Dirigido por Dainara Toffoli, que assina o roteiro em parceria com Elaine Teixeira, o longa traz a atriz como protagonista. Ela vive uma mulher que tem uma vida independente, é bem-sucedida, mas uma gravidez não planejada muda o rumo de tudo. Outro projeto que já está no streaming é o Turma da Mônica: Lições, no qual ela interpreta dona Luísa, a mãe da Mônica. Aliás, a atriz ganhou esse nome exatamente por causa da personagem criada por Mauricio de Sousa. “Minha irmã, Aline, mais velha era apaixonada pela Turma da Mônica e aí quando meu pai e minha mãe começaram a falar que tinha um nenezinho que ia nascer, ela começou a falar que era é a Monica.”

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Monica IozzitelevisãoCanal Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.