Em guerra de audiência, Cowell tira cantora de programa rival

O produtor musical e celebridade da televisão Simon Cowell tirou a cantora Alesha Dixon do programa de sucesso da BBC "Strictly Come Dancing" e a levou para ser jurada, ao seu lado, do "Britain's Got Talent", que é transmitido no canal rival ITV.

REUTERS

03 de janeiro de 2012 | 12h25

A mudança de Alesha é o último salvo de artilharia em uma batalha dura pela audiência, trazendo de um lado os programas "The X Factor" e "Britain's Got Talent", de Cowell, e de outro a BBC, que transmite "Strictly Come Dancing".

A disputa deve se intensificar em 2012, com o lançamento na BBC de "The Voice UK", um show de cantores que deve estrear na primavera, e que terá Tom Jones e will.i.am do Black Eyed Peas entre os participantes.

"Eu adoro Alesha", disse Cowell sobre a cantora que obteve fama ao vencer o Strictly Come Dancing, antes de se tornar juíza do programa.

"Ela é irascível, cheia de opinião e sabe como é ser um competidor e um juiz em um programa popular de TV."

Cowell espera que o painel de juízes que inclui ele próprio, Alesha, Amanda Holden e o comediante David Walliams seja suficiente para manter a audiência do Britain's Got Talent, e com ela a renda de publicidade para a ITV.

Aos 52 anos, Cowell também é celebridade nos Estados Unidos, onde lançou recentemente uma versão do The X Factor. No ano passado ele sofreu ao ver o The X Factor perder a guerra pela audiência para o "Strictly".

A mídia britânica atribui a queda na audiência à ausência de Cowell para lançar The X Factor USA e à qualidade das apresentações.

(Reportagem de Mike Collett-White)

Tudo o que sabemos sobre:
TVSIMONCOWELL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.