Em busca da mexicana perfeita

Record sofre para escolher o próximo fruto da parceria com a Televisa

Keila Jimenez,

16 de janeiro de 2010 | 16h00

Bela, a Feia, deve terminar no final de março. Sua substituta, novo fruto da parceira da Record com a Televisa será... Bom, quem souber, por favor, avise. Bela, que logo vai até ficar bonita - sinal de desfecho da história à vista -,ainda não tem sucessora na emissora.

 

Entre as poucas certezas na próxima trama do horário está a autora Margareth Boury, já escalada para adaptar o texto chicano da Televisa.

Uma das mais cotadas para ganhar versão nacional era Un Gancho al Corazón, sucesso de audiência no México. Trata-se da história de uma jovem boxeadora que se apaixona por um mauricinho de plantão. O texto chegou a ser escolhido pela Record, mas foi nocauteado por impedimentos autorais na Televisa.

 

A trama juvenil Rebelde, já exibida em sua versão original pelo SBT, também era - ou ainda é - uma forte candidata à vaga. Antes mesmo da Record optar pela adaptação de Betty, a Feia, a emissora já estudava fazer uma versão nacional de Rebelde.

 

Voltou atrás por achar, na época, que a febre da versão original já tinha passado. Outro entrave foi o processo de seleção do elenco, uma vez que a graça de Rebelde é promover um concurso para selecionar os protagonistas, caras novas na TV.

 

Mesmo assim, a vontade fazer uma trama juvenil segue na rede. A turma que defende o bom e tradicional novelão tenta ainda emplacar Rubi: uma história daquelas, com direito a vilã topetuda, traição, chororô e perdão.

 

Mais dois outros - misteriosos - textos da Televisa seguem sendo analisados pela Record. A decisão deve sair até o início de fevereiro, quando começa a produção do folhetim. Além da escolha enrolada, a substituta traz na bagagem a missão de melhorar audiência no horário. Bela, que tinha a expectativa de ultrapassar a casa dos 20 pontos de ibope, com muito custo chega à casa dos 12 pontos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.