J. Vitorino
J. Vitorino

Em ‘A Dona do Pedaço’, Heloisa Jorge vive a determinada Gilda

Atriz fala ao Estado sobre sua personagem, que divide opiniões por lutar com todas as forças por seu grande amor

Eliana Silva de Souza, O Estado de S.Paulo

27 de julho de 2019 | 18h24

A atriz Heloisa Jorge tem uma história de vida que remete ao que observamos hoje em dia em vários locais do mundo. Ela nasceu em Angola, mas veio para o Brasil ainda criança, aos 10 anos, para fugir da guerra. Filha de pai brasileiro, conseguiu vir para cá, mas teve de deixar a mãe e os irmãos por lá. Hoje em dia, essas lembranças servem para nortear sua vida e sua trajetória. E a faz mostrar sua força e seu talento em cada trabalho que é convidada a fazer. É o caso da atual novela das 9, A Dona do Pedaço, de Walcyr Carrasco.

Na trama, ela interpreta a fisioterapeuta Gilda, que é casada com Amadeu (Marcos Palmeira) e mãe de Carlito (João Gabriel). 

O casal se forma na primeira fase da novela, quando Amadeu é ferido pela família de sua noiva, Maria da Paz (Juliana Paes), e para se recuperar conta com a ajuda de Gilda. Pensando que sua amada tivesse morrido, Amadeu começa a ver o interesse da fisioterapeuta e decide que casar com ela será uma boa decisão. Casados, tempos mais tarde aquela que era um fantasma em todo esse período da relação com Gilda, surge em sua vida novamente e o coração do rapaz fala mais alto, ele quer viver o que não foi possível antes. “A história dos dois é muito bonita, mas o bicho começou a pegar quando a Maria da Paz voltou para a história”, diz Heloisa, que se diverte falando da atual fase da personagem.

Gilda passou por várias fases na novela, e agora está se sentindo ameaçada por essa mulher que pode acabar com o seu casamento. “É um desafio gostoso interpretar a Gilda, pois ela me dá bastante material para construir sua personalidade, tem uma complexidade subjetiva grande, e decide lutar por seu grande amor”, explica a atriz, que pondera ao analisar as atitudes de Amadeu. “Ele nunca escondeu que era apaixonado por Maria da Paz, e os dois são vítimas de uma mentira, que as famílias inventaram”, conta.

E sentindo esse perigo se aproximar e tornar mais real uma separação, Gilda descobre um câncer de mama, faz mastectomia, e consegue superar. Mas, com medo de contar ao marido que estaria bem, não retorna ao tratamento. E essa será uma decisão que não terá bons resultados para ela. A doença volta, agora em outro ponto e forma mais grave. “O que a Gilda está fazendo, nos leva a refletir e se indagar sobre até onde somos capaz de ir por amor”, se questiona a atriz, afirmando que o que a personagem está fazendo “é muito grave mas ao mesmo tempo é muito legítimo, porque ela sabe o tamanho do amor que sente por ele, e tem ainda a família, o medo da solidão, são muitos anos de casamento”, e ela quer manter isso, e não está medindo esforços para conseguir. Para Heloisa, Gilda escolheu um caminho com meios escusos, mas é uma mulher forte em todos os sentidos, trocou de carreira, ganha bem e está determinada a ficar com seu grande amor. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Netflix divulga as 5 séries internacionais preferidas do público brasileiro
  • Projeta Brasil do Cinemark apresenta filmes brasileiros por apenas R$ 4
  • Glória Maria faz cirurgia para remover lesão cerebral e passa bem
  • ‘Sonic - O Filme’: Internautas aprovam ‘reforma’ do personagem; assista
  • Lollapalooza Brasil 2020: confira o line up por dia 

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.