Eleição nada democrática

Elegemos com bom humor e parcialidade o que foi assunto em 2007 na TV

Etienne Jacintho e Keila Jimenez, O Estado de S.Paulo

23 de dezembro de 2007 | 00h07

Melhor do que desligar a TV é assistir ao que ela tem de pior e criticar, criticar e criticar. O que seria de nós, simples e mortais telespectadores, se não fossem os fiascos de audiência, os micos, as obras ininteligíveis, os arroz-de-festa, os engavetados, os ex-BBBs e todas as celeumas e mazelas dessa fábrica de loucos. Em um balanção de 2007, reunimos em divertidas categorias algumas das atrações e artistas que foram assunto este ano, mesmo que em uma conversa de bar.A eleição foi realizada pela equipe do TV & Lazer, que criou categorias e escolheu seus respectivos vencedores com total parcialidade e escracho. Uma homenagem bem-humorada à reciclagem de programas e personagens que, ainda assim, cativam a audiência. Porque, em se tratando de TV, quem mais reclama é quem mais vê. Tecla SAPA proposta foi boa, mas quem entendeu a minissérie A Pedra do Reino? Legendas, por favor! Arroz-de-festa Diego Hypólito ganhou medalha, foi comentarista, participou de novela... Chega, não?Diego AlemãoCategoria que retrata aqueles que prometiam, mas não deram em nada. Vencedor: Donas de Casa Desesperadas, da Rede TV!Vô, num vô! Quem não vai no Rodrigo Hilbert (Duas Caras) ou na Camila Pitanga (Paraíso Tropical)? Já o Cadelão de Ed Oliveira, também de Paraíso, e a Carola de Fernanda Souza, em O Profeta, ganham um grande "num vô!" Nas séries, todo mundo vai no Jonathan Rhys-Meyers (The Tudors) e na Katherine Heigl (Grey's Anatomy), mas não dá para ir no Jorge Garcia (Lost) e nem na Ugly Betty de America Ferrera. A desinibida do Grajaú Alzira (Flávia Alessandra) finge ser enfermeira em Duas Caras, mas gosta mesmo é de dançar no poste.Não faz me rirToma Lá, Dá Cá consegue ser pior do que Zorra Total no quesito sem graça. Saudades de A Diarista. HematomaMais do que a Record, quem causou grande baixa nas produções da Globo foi a Dança no Gelo, de Faustão. De fraturas a traumatismo craniano.José Mayer O maior pegador nas novelas no momento é Juvenal Antena (Antônio Fagundes). Até Alzira caiu na dele. Vale lembrar que o papel seria do próprio Mayer em Duas Caras.Ex-BBBSem chance nenhuma de dar certo, o programa de Supla saiu do ar no SBT logo após a primeira e única exibição. Pobre papito.Mico do anoO bordão "Dança Galvão!" fez o locutor pagar micos seguidos no Pânico. Até a Globo sofreu com a invasão de siris na tela Saia do armário!Ronaldo Ésper - aquele do vaso no cemitério - assumiu que é gay no Superpop. Só Luciana Gimenez não sabia...LostQuando você perde um episódio, não consegue entender mais nada da trama. Com Heroes foi assim, até pela quantidade absurda de mutantes em cena. CabralO televisivo que fez a grande descoberta do ano foi Silvio Santos, que ensinou ao País no ar que "muçarela" é com "ç" e não com "s". PingüimMais congelado que lasanha de caixinha, Ratinho passou o ano na geladeira do SBT.Merchan NevesEles criaram a piada e caíram nela. O Pânico foi um dos programas com mais merchandisings este ano. Só faltou anunciar a manjada iogurteira Top Term. ZizouEm homenagem à cabeçada de Zidane, o título de mesa-redonda mais briguenta vai para a clássica Mesa-Redonda da Gazeta.Extreme MakeoverQue fique claro que Alinne Moraes é linda e que não temos dor-de-cotovelo. Mas que ela mexeu no rosto em 2007, ah, mexeu...

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.