E para desanuviar

Após quase um ano fora do ar, Adriane Galisteu, enfim, sai da geladeira e estreia seu programa em nova casa. O Toda Sexta, no ar na Band a partir desta semana (precisa dizer o dia?), às 22h15, terá formato parecido com o que a loira já fez na RedeTV!, Record e SBT: auditório, quadros de brincadeiras, entrevistas e musicais.

Alline Dauroiz, O Estado de S.Paulo

11 de abril de 2009 | 23h41

A novidade fica por conta do quadro É Tempo de Amar, espécie de namoro na TV entre idosos: um senhor anuncia que procura namorada, candidatas mandam foto, seis senhorinhas são escolhidas para conquistar o "broto". Aí levam para jantar, para dançar... e, no fim, uma é eleita. Mas a direção avisa: beijo na boca está fora do roteiro. Ah, por quê?

Quadro que também promete nostalgia, o TV Brechó é um tributo a atrações marcantes e grandes comunicadores da TV brasileira. Para começar, um quadro dos anos 1950, criado por J. Silvestre, depois eternizado por Silvio Santos: quem não se lembra do foguete onde o candidato, confinado, devia responder "siiiiim" ou "nãããão" apenas ao sinal de uma luz e sem ouvir qual era a pergunta? "Você quer trocar uma barra de ouro por um carrinho de plástico?", perguntava o apresentador. A plateia se esgoelava para que o sujeito dissesse "não", mas ele não ouvia e muitas vezes fazia mau negócio. Imagens antigas serão resgatadas, com um panorama do mundo na época e, depois, Galisteu comanda uma versão atual da brincadeira.

Haverá ainda um concurso para escolher 12 Gatos do Calendário. Na estreia, são mecânicos, e não modelos, que desfilam para a plateia.

Bastidores do show de Fábio Jr. em um cruzeiro e um giro de Galisteu por Paris (que vida dura) também estarão na volta da loira à telinha.

E como o programa é ao vivo, haverá interação com o jornalismo sempre que for preciso.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.