E o melhor pai é...

Lineu venceu nossa enquete em uma disputa entre os melhores progenitores da ficção

Keila Jimenez, O Estado de S.Paulo

09 Agosto 2008 | 23h19

A TV leva a sério o antigo slogan "não basta ser pai...". Ao passear pelas figuras da teledramaturgia nacional, percebemos como essas figuras são atribuladas. Novelas, séries e minisséries estão repletas de paizões, desses que lutam pela guarda dos filhos, sofrem com seus adolescentes, são "pães" (pai + mãe) ou simplesmente encaram com louvor a dura rotina de cuidar da prole. Escolher o melhor deles não é nada fácil, por isso repassamos a tarefa para o público.   Veja também: 'Fiz ótimos pais na ficção' A equipe do TV & Lazer selecionou um time de 15 grandes patriarcas, que disputaram voto a voto uma enquete por meio do portal do Estado na semana passada. Lineu, o atrapalhado chefe de uma Grande Família, de Marco Nanini, liderou com folga: 16,3%. Mas, do segundo ao último posto, a disputa foi à base de décimos e centésimos. Confira: 2º) Alex (Marcos Caruso em Páginas da Vida): 7,8%. 3º) Tide (Tarcísio Meira em Páginas da Vida): 6,51%. 4º) Miguel (Tony Ramos em Mulheres Apaixonadas): 6,22%. 5º) Copola (Tarcísio Meira em A Favorita): 6,13%. 6º) Gaspar (Nuno Leal Maia em Top Model): 5,84%. 7º) Edu (Fábio Assunção em Coração de Estudante): 5,59%. 8º) Paulo (Luiz Gustavo no seriado Confissões de Adolescente): 5,55%. 9º) Heitor (Daniel Dantas em Paraíso Tropical): 4,3%. 10º) Genaro (Raul Cortez em Esperança): 4,21%. São só alguns dos pais que fazem qualquer coisa pelos filhos. E qualquer semelhança com personagens reais não é mera coincidência.

Mais conteúdo sobre:
dia dos pais

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.