E agora, o que será da trama?

Está se sentindo traído? João Emanuel Carneiro promete surpresas para essa 'nova' trama das 9

Etienne Jacintho, O Estado de S.Paulo

09 de agosto de 2008 | 23h20

Um dia após a reviravolta de A Favorita, o autor João Emanuel Carneiro encontrou a imprensa para comentar os acontecimentos da última terça-feira e os rumos dos personagens a partir deste "segundo ato". De todas as perguntas, Carneiro só se esquivou de duas: sobre Lara, Halley e as possibilidades sobre a maternidade e paternidade dos dois.   Veja também: A seguir, cenas dos próximos capítulosNo flashback que revelou Flora (Patrícia Pillar) como assassina, Marcelo (Deco Mansilha) a chama de "lixo" e diz que todos vão saber disso. Talvez Marcelo tenha descoberto que Lara (Mariana Ximenes) não seja sua filha. Será? Já Halley (Cauã Raymond) pode ser o verdadeiro herdeiro de Marcelo e filho de Donatela (Cláudia Raia). Essa revelação será feita só na reta final, mas o autor adiantou alguns acontecimentos que vão abalar A Favorita antes de Donatela provar sua inocência. Mocinha X vilã "Donatela vai ficar presa durante três semanas e haverá um julgamento no meio", conta Carneiro. "Ela poderá fugir..." Na prisão, ela conhecerá Diva (Giulia Gam), que já mostrou ao público seu ódio por Flora. "Diva é um poço de segredos não reveláveis agora, mas ela vai ter papel muito importante com tudo o que vai acontecer com Donatela a partir de agora."Já Flora vai morar no rancho e tomar, aos poucos, o que era de Donatela. "Agora, ela é a favorita. É por isso que a novela se chama A Favorita, gente! É óbvio!", esbraveja Carneiro em resposta a notas que saíram na imprensa. "Lara vai se aproximar de Flora, mas nunca vai gostar dela nem vai vê-la como mãe." O autor fala que Dodi (Murilo Benício) e Flora terão uma relação "tarantiniana". "Flora e Dodi são duas pessoas de péssimo caráter com uma relação sempre de poder um sobre o outro", explica Carneiro. "Claro que Flora é muito mais inteligente e capaz. Dodi quer Flora, mas ela quer o Bob simplesmente porque está atrás de tudo o que é de Donatela."Histórias paralelasComo a primeira parte da novela ficou em cima das personagens centrais, o autor dará mais espaço para as tramas paralelas e o núcleo de Triunfo vai crescer bastante.Stela (Paula Burlamaqui) será a primeira revolução na cidade fictícia. Ela será vizinha de Catarina (Lília Cabral) e vai virar a obsessão de Léo (Jackson Antunes). "Ele vai querer essa mulher e vai humilhar Catarina publicamente - vai se declarar, fazer serenatas -, mas essa mulher que ele tanto quer vai se interessar por Catarina." Carneiro diz que ainda não sabe se Catarina vai querer tomar esse "passo lésbico" ou não. Lá pelo capítulo 100, o autor colocará na trama a família de Dodi. "Vai chegar o pai, a irmã - acho que Silveirinha vai namorar a irmã do Dodi -, que são mais escroques ainda."Os enroscos amorosos continuarão em alta com Lara, Halley, Céu (Deborah Secco) e Cassiano (Thiago Rodrigues). Donatela vai se envolver com Augusto César (José Mayer) e Irene (Glória Menezes) reviverá a paixão por Copola (Tarcísio Meira). "Será um romance importante, passional e tempestuoso", afirma Carneiro.

Tudo o que sabemos sobre:
A Favoritanovelas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.