Drama sobre relação pai e filho surpreende

'Romulus, Meu Pai' é um belo exemplo de vida que o cinema australiano oferece com talento

Antonio Gonçalves Filho, O Estado de S.Paulo

17 de janeiro de 2009 | 20h58

.Professor de Filosofia da Universidade Católica da Austrália, o alemão Raimond Gaitas, aos 63 anos, é também um ativista dos direitos humanos. Recentemente condenou a legalização da tortura como forma de defesa contra a ação de terroristas, defendida pelos setores mais reacionários da sociedade australiana. Gaitas sabe, afinal, o que significa sofrimento e injustiça. Teve uma infância miserável na Austrália, onde desembarcou aos quatro anos, logo após o fim da 2ª Guerra. Seu pai, romeno, quase enlouqueceu ao ver a mulher adúltera e depressiva traí-lo com seus melhores amigos, chegando mesmo a ser internado durante uma crise nervosa. É justamente o livro em que conta sua infância, Romulus, My Father, publicado em 1988 , que deu origem ao filme homônimo (lançamento Califórnia Filmes) que marca a estreia do diretor Richard Roxburgh, ator que interpreta o duque no musical Moulin Rouge.Lançado em 2007, o filme ganhou merecidamente todos os principais prêmios daquele ano concedidos pelo Australian Film Institute e o Film Critics Circle of Australia, destacando-se o ator Eric Bana como o pai dedicado que cria sozinho o futuro filósofo Raimond (Kodi Smit-McPhee). O que poderia ser um melodrama lacrimoso - a mãe morre, o pai vai para um hospital psiquiátrico - vira nas mãos de Roxburgh um filme delicado sobre a formação moral de um garoto na Austrália rural dos anos 1960. Contra todas as apostas, Gaitas cresce fiel ao exemplo paterno de dedicação e resignação, enfrentando a solidão, a falta de recursos e a desoladora paisagem do outback apenas para ficar ao lado do pai Romulus. Romulus, meu paiDiretor: Richard RoxburghElenco: Eric Bana e Kodi Smit-McPheeDuração: 104 minutosAno: 2007Preço: R$ 44,90

Tudo o que sabemos sobre:
Romulus, Meu Pai, DVD

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.