John Stillwell/Reuters
John Stillwell/Reuters

Documentário diz que princesa Diana teria se apaixonado por guarda-costas

'Diana, segundo suas próprias palavras', que será exibido no próximo domingo, 6, promete polêmica envolvendo a família real nos 20 anos da morte de Lady Di

EFE

30 de julho de 2017 | 20h15

Vídeos gravados com a falecida princesa Diana ainda em vida, reunidas em um documentário que será exibido no Reino Unido, revelam que a ex-esposa do príncipe Charlie da Inglaterra se apaixonou por um guarda-costas com quem, inclusive, ela chegou a pensar em fugir.

Nos vídeos, gravados no Palácio de Kensington por Peter Settelen, a pessoa que ajudava Lady Di a preparar seus discursos públicos, Diana sugere que o casamento com o primogênito da rainha Elizabeth II é desprovido de amor, além de dar detalhes sobre sua vida sexual.

Diana sugere que na união com Charlie sempre pesou a sombra de Camilla Parker Bowles, hoje esposa do príncipe de Gales.

Os vídeos já foram exibidos em 2004 na televisão americana e provocaram tanta polêmica que a britânica BBC desistiu dos planos de transmiti-los no Reino Unido.

Agora, quando se completam 20 anos da morte de Lady Di em um acidente de trânsito em Paris, a emissora Channel 4 planeja exibir para os britânicos o documentário Diana, segundo suas próprias palavras no próximo domingo.

Segundo a imprensa local, em um momento da gravação, a princesa confessa ter se apaixonado por outro homem enquanto era casada com Charlie. Esse homem seria o guarda-costas Barry Mannakee, por quem Diana chegou a pensar em deixar tudo para trás.

"Quando tinha 24 ou 25 anos, me apaixonei profundamente por alguém que trabalhava nesse entorno. E me parecia correto deixar tudo. Simplesmente ir embora e viver com ele. Ele me dizia que essa era uma boa ideia também", disse a princesa no vídeo.

Diana também nega que a relação com o guarda-costas era puramente sexual. "Quando se descobriu tudo, ele foi expulso e depois se matou (em um acidente de moto). Esse foi o maior golpe da minha vida", afirmou a princesa.

Nas gravações, Diana também conta como o duque de Edimburgo disse a seu filho, Charlie, que ele poderia ter uma "aventura" com Camilla se seu casamento com ela fracasse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.