Bruno Poppe/ Divulgação
Bruno Poppe/ Divulgação

Disputa no calor das praias cariocas

MTV retoma tradição de programas de verão com game show 'Batalha de Quiosques', que terá competição de bandas

João Fernando, O Estado de S.Paulo

05 Janeiro 2014 | 02h06

Em vez de aproveitar a estação mais quente do ano para descansar, os integrantes dos grupos Choque do Magriça e Banda Uó resolveram fazer um freelance: vender comida e bebida à beira da praia. Sem experiência nenhuma no ramo, eles serão cobaias da primeira edição do Batalha de Quiosques, carro-chefe da programação de verão da MTV, que estreia terça, às 22 h.

Na atração, as bandas têm de servir drinques e pratos mais elaborados a clientes famosos e anônimos que passam pelos dois quiosques, um colado no outro, na praia do Pepê, na Barra da Tijuca, no Rio. Quem se sair melhor, tem direito a gravar uma música inédita com o experiente produtor Rafael Ramos, com participação do funkeiro Mr. Catra e uma versão remix feita pelo Bonde do Rolê. O vendedor leva ainda a prensagem de 250 vinis com a faixa.

Sem intimidade com o fogão, os meninos do Choque do Magriça sofreram ao receber as tarefas. "A gente é uma banda, não sabe cozinhar e não sabia o que era um ceviche. Já tinha comido, mas não sabia os ingredientes. O David, da Banda Uó, é um chef. A gente ia no quiosque deles comer", revela George Sauma, também ator, visto no começo do ano na novela Lado a Lado.

Ele conta que a situação era caótica no ambiente cheio de homens. "A gente é meio bagunceiro. Nosso quiosque ficava meio nojento, pois era um monte de moleque se virando", confessou ao Estado por telefone. Sem habilidade para as provas, ele não se preocupou. "A gente não queria ganhar ou perder. E todo mundo ficou bronzeado, o que foi bom", faz graça.

"Eles penavam para abrir um coco e se viravam para servir os drinques", relembra Elea Mercúrio, apresentadora do game show. Aposta da MTV para o verão, a paulistana já deu as caras na telinha ao interpretar a prostituta Kiki, em Avenida Brasil. A morena reconhece o jeito atrapalhado dos competidores. "Os clientes ficavam esperando muito para serem servidos. Teve até caipirinha salgada. Se eu fosse cliente, não compraria, mas como amiga, sim", minimiza. Em parceria com os convidados, como o cantor Di Ferrero, Elea dava o aval das iguarias preparadas pelas bandas, que resultava em pontos no jogo.

Por causa do clima descontraído, os músicos não se mantiveram na linha durante as gravações. "De vez em quando, eu tomava uma cervejinha. Fizemos um drinque para a Preta Gil. Ela não bebeu tudo e tomamos o resto. Houve muitas situações engraçadas", entrega Sauma, que precisou abordar os pedestres para comer no quiosque.

Além das provas com comidas e bebidas, havia desafios musicais, em que os grupos precisavam improvisar letras. Eles também levaram os instrumentos para a praia. "Sempre rolava um som na hora da comemoração (da vitória em uma prova) e depois. Tinha um palquinho, até lembrou os programas antigos, como o Luau", diz Elea, relembrando uma das atrações clássicas da MTV na época em que a emissora estava sob controle do Grupo Abril.

A decisão de manter a tradição nas férias foi do vice-presidente de conteúdo e programação Tiago Worcman, que chegou à emissora no ano passado. "A história da MTV com o verão é de sucesso. As outras MTVs não têm essa pegada. O verão muda muito o hábito das pessoas."

Além do Batalha de Quiosques, rodado em parceria com a produtora Conspiração, outros programas da casa serão adaptados para a estação. No Coletivation, que passa a ir ao ar uma hora mais cedo, às 20 h, as repórteres percorrerão os litorais do Rio e de São Paulo em busca de tendências e comportamentos. Haverá ainda a faixa Hot Hot Hits, com clipes com a temática de calor, e os realities Jersey Shore e Geordie Shore sobre jovens convivendo em uma casa no verão.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.