Disney leva 'Lilo e Stitch' do Havaí ao Japão

Depois de fazer muita bagunça em seuarquipélago de origem, o Havaí, os personagens de animação daDisney "Lilo e Stitch" estão prestes a desembarcar no Japão. Nabusca por aumentar o público asiático, a Disney planeja lançaruma versão japonesa do programa de TV. Em outra tentativa de penetrar no setor dos animesjaponeses, que movimenta 2,5 bilhões de dólares, a Walt DisneyJapan anunciou que vai cooperar com a produtora de animaçãoToei Animation, criadora do Dragonball Z, para criar umaaventura com robôs, feita com recursos computadorizados, queirá ao ar no Japão ainda este ano. A notícia do acordo levou as ações da Toei a subir 3,2 porcento, superando a alta notável de 1,9 por cento do índiceNikkei. Para produzir "Stitch!", a versão japonesa do desenhoanimado, a Walt Disney Japan formará uma parceria com a firmade animação japonesa Madhouse. Uma representante da Walt Disney Japan explicou: "O Japão éum mercado importante que tem uma enorme base de fãs da Disney,especialmente pelo fato de termos um resort Disney aqui" -- umcomplexo que inclui o Tokyo Disneyland. O desenho da Disney, sobre as aventuras da menina Lilo e umalien azul chamado Stitch, irá ao ar em outubro na ediçãojaponesa do canal de TV pago da Disney. O canal chega a 3,5 milhões de famílias no Japão,integrando uma rede que alcança 380 milhões de telespectadoresna Ásia, incluindo Índia e Austrália, superando os 95 milhõesalcançados pela TV paga Disney na América do Norte. O presidente de entretenimento da Disney Channel Worldwide,Gary Marsh, disse à Reuters no mês passado que a empresapretende formar equipes criativas em toda a Ásia para proporconteúdos locais que possam ser transmitidos para um públicoglobal. A Disney já tem alguns seriados de TV locais, incluindo umque começou na Itália e hoje tem versões na Grã-Bretanha, EUA eAustrália. No mês passado, a empresa fechou um negócio de cerca de 200milhões de dólares para aumentar sua participação na produtoraindiana de filmes e televisão UTV.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.