AP
AP

Diretor da CBS quer Charlie Sheen de volta

Ator foi demitido da Warner Bros no começo do mês

Estadão.com.br,

21 de março de 2011 | 16h13

Um dos homens poderosos da emissora norte-americana CBS está disposto a trazer Charlie Sheen de volta ao seriado Two and a Half Men. Segundo o site RadarOnline.com, o executivo do canal pretende esquecer as polêmicas e já conversa com os diretores da Warner Bros para ter novamente o protagonista.

 

Veja também:

link Charlie Sheen adiciona mais 12 datas à turnê de seu show

link Ator processa Warner Bros. e pede US$100 mi

 

As conversas também estariam adiantadas com o co-criador e produtor-executivo do programa, Chuck Lorre, principal alvo de críticas de Sheen. Lorre teria menos responsabilidade para lidar diretamente com Charlie.

 

De acordo com a fonte do site, este é o maior problema da possível volta: "A coisa mais difícil é a relação que existe entre Charlie Sheen e Chuck Lorre. Ele acredita que, se os chefes da CBS e Warner Bros puderem achar uma forma de fazer Chuck e Charlie voltarem a conversar, os dois esfriarão as cabeças e tudo vai dar certo", afirma a fonte.

 

Charlie Sheen foi demitido da Warner no começo do mês. Os problemas pessoais do americano fizeram com que a última temporada de Two and a Half Men fosse cancelada por tempo indeterminado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.