Diga ao Silvio que fico!

 Depois de 23 anos à frente de seu programa no SBT, no ano passado, Hebe Camargo ficou por um fio para deixar a emissora de Silvio Santos. Com o contrato no fim, o patrão demorou a chamá-la para uma conversa e ainda propôs redução de salário. Depois de muitos melindres, não é que ela ficou? E por mais quatro anos. "O Silvio não fez festa. Mas é o jeitão dele. Não badala ninguém, mas gosta de ser badalado. E eu o badalo muito (risos)", fala Hebe.Não fez festa? Até parece.Na última segunda-feira, a loira, que este ano será octogenária, foi recebida com um verdadeiro circo, em frente ao estúdio onde gravaria o primeiro programa de 2009 .Quando chegou em uma de suas Mercedes, Hebe encontrou tapete vermelho, a faixa "O SBT está feliz de ter você", além da caravana de adolescentes e senhorinhas, que formavam um corredor e entoavam o coro "He-be, eu te a-mo". Balões coloridos e camisetas com foto da loira fazendo biquinho e os dizeres: "Selinhos renovados por mais 4 anos" compunham o cenário do "forfé".De andador e prestes a passar por uma cirurgia, Lourdes Rocha, de70 anos, equilibrava-se para assistir à chegada de seu ídolo. "Acompanho a carreira da Hebe desde 1950. Tinha de vir e abraçá-la", diz.Com pinta de quem não sabia da surpresa, Hebe chorou e distribuiu abraços. Quando a plateia pediu o famigerado selinho, Nícolas Henrique, de 16 anos e aparelho nos dentes, foi escolhido. No palco, Hebe contou ter ficado com o coração disparado no camarim. Mas logo se mostrou recuperada. Nos intervalos, rebolou ("Das frutas, eu sou a mulher jaca", soltou), distribuiu prêmios para a plateia e inventou um grito de guerra sem-noção e nem rima ("Aha-uhu, eu vim aqui para comer o seu ... bolo") E é, claro, disparou mais selinhos .

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.