Divulgação
Divulgação

Desenhos ensinam palavras até em mandarim para crianças em idade pré-escolar

Aprendizado é benéfico desde que seja acompanhado pelos pais e não seja forçado, segundo especialistas

Felipe Branco Cruz, Jornal da Tarde

06 de novembro de 2011 | 10h02

Super Why tem um poder especial: ele já sabe ler e, por isso mesmo, consegue entrar na Vila dos Contos, onde vivem todos os personagens das histórias infantis. Com esse super poder, Whyaat (identidade secreta do Super Why) é capaz de solucionar uma série de conflitos que dependem de uma palavra secreta. Já Kai-lan é chinesa, tem a mesma idade de Whyatt e, apesar de morar nos Estados Unidos, vive cercada pelos costumes chineses que são passados por seu avô Yeye, como o Tai chi chuan. Os dois programas infantis Super Why (exibido no canal por assinatura Discovery Kids) e Ni Hao, Kai-lan (no canal Nick Jr.) - cujo público-alvo são crianças em idade pré-escolar - contam histórias diferentes, mas têm o mesmo objetivo: introduzir, de maneira lúdica, algumas palavras em idiomas estrangeiros.

O Discovery Kids exibe ainda a série Word World, vencedora de três Emmys. No Nick Jr., são exibidos também Dora, a Aventureira e Go, Diego, Go. Todos eles com o objetivo de ensinar para as crianças as primeiras palavras em inglês. No total, são cinco programas infantis no ar com essa proposta, que entraram na grade dos canais há pouco mais de um ano. Na TV aberta, a Cultura também transmite Dora, a Aventureira.

André Rossi, diretor de programação da Discovery Networks no Brasil, diz que os programas estimulam o gosto pela descoberta de uma nova língua. "Eles não pretendem funcionar como substitutivos de um curso de inglês", ressalta. "Mas a necessidade do contato com outro idioma foi uma demanda que detectamos nas pesquisas que realizamos com o público do canal."

Especialistas em educação infantil afirmam que a criança em idade pré-escolar é capaz de aprender duas línguas e que esse aprendizado é benéfico, desde que seja acompanhado pelos pais e não seja forçado. "A criança que ainda não sabe ler nem escrever associa a palavra a uma imagem", explica a professora da PUC-SP Maria Angela Barbato Carneiro, especialista em brinquedos e área lúdica. "Por exemplo, a criança aprende que, com a disposição de letras de uma certa forma, é possível escreve seu nome. Mas se separarmos as letras, ela não vai saber rearranjar novamente."

É justamente nesse aspecto que o desenho Word World trabalha. Os objetos e os nomes dos personagens que compõem a história são formados pelas letras e seus respectivos significados em inglês. Por exemplo, o pato se chama Duck e seu corpo é formado pela palavra "duck". Em cada aventura, os amigos Sheep, a Ovelha, Frog, o Sapo, Pig, o Porco, Ant, a Formiga e Bear, o Urso, utilizarão o poder das palavras para solucionarem seus desafios.

Primos e bilíngues

A doutora em Psicologia Maria Regina Maluf, professora e pesquisadora em educação pela PUC-SP e também pela USP, garante que não é precoce o aprendizado infantil de outra língua, desde que a criança se mostre interessada. "Não pode ser uma obrigação. Tem de ser prazeroso", diz ela. "O termômetro para saber se pode ou não pode ver esses programas é o interesse manifestado pelas crianças. Quanto mais cedo aprender uma língua estrangeira, com maior facilidade ela vai dominá-la quando adulto."

Jimmy Leroy, vice-presidente de criação da Nickelodeon, aponta a globalização como um dos motivos para incluir na programação desenhos que ensinem inglês e mandarim. "As crianças entram em contato com as línguas estrangeiras cada vez mais cedo. Os pais adoram ver seus filhos aprendendo outra língua", diz.

Dora, a Aventureira e Go, Diego, Go são primos e bilíngues. Dora é moderna, usa a internet e encara diversas aventuras com o macaco Botas. Já Diego adora natureza e é aventureiro. Ele defende a natureza a partir do Centro de Proteção de Animais, onde mora, no coração da floresta. Os dois desenhos passam em horários diferentes, mas têm o mesmo objetivo: a cada episódio, é ensinada uma frase em outra língua, como "Let’s go to school". "A curiosidade natural da criança deve ser canalizada para o aprendizado de novas coisas", garante Maria Regina Maluf.  

DORA, A AVENTUREIRA

Dora é bilíngue e junto com seu amigo, o macaco Botas, viajam pelo mundo enfrentando diversos desafios. Durante essas viagens, eles têm de falar, em inglês, algumas palavras.

No Nick Jr.: De seg. a sex., às 12h, 13h,14h30, 18h30, 20h30, 22h30 e 0h30.

Na TV Cultura: De seg. a sex, às 10h e 14h; sáb., às 10h.

SUPER WHY

Whyatt é um super herói que, com ajuda da liga dos super leitores (Alfa Pig, Super Chapeuzinho e Princesa Pronto), precisa descobrir a palavra mágica do dia.

No Discovery Kids: De seg. a qui., às 17h30; sáb. e dom., às 12h30.

GO, DIEGO, GO

Diego é um garoto latino de 8 anos, bilíngue, que ama aventuras. Ele é primo da Dora. Em cada episódio, ele e sua irmã Alicia passam por diversas aventuras para defender os animais. Eles vivem no Centro de Proteção aos Animais, no coração da floresta.

No Nick Jr.: De seg. a sex., às 17h30, 19h30 e 23h30.

NI HAO KAI-LAN

Kai-Lan é uma garota chinesa que vive nos EUA e aprende muitas coisas com seu avô, Yeye. A garota, junto com os amigos Rintoo, Tolee, Hoho e Lulu, descobre a cultura chinesa.

No Nick Jr.: De seg. a sex., às 13h, 18h, 20h e 0h.

WORD WORLD

Os personagens são formados pelas letras de seus nomes. Nesse mundo, quando uma letra se junta a outra e forma uma palavra, ela ganha vida.

No Discovery Kids: De seg. a sex., às 8h30; sáb. e dom., às 9h e às 19h.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.