De Twin Peaks a Wisteria Lane

Minha paixão por séries começou cedo com A Gata e o Rato, Casal 20, Profissão Perigo, A Ilha da Fantasia e Chips, claro! Mas o vício por esse tipo de programa começou mesmo com Twin Peaks. Na época, eu nem sabia quem era David Lynch e só queria mesmo saber quem matou Laura Palmer. Um dos motivos da minha obsessão pela série foi o agente Cooper. Kyle MacLachlan é tão esquisito que ficou perfeito no papel do agente bizarrinho. E o que era aquele Bob? Morria de medo dele! Tanto que, na semana passada, quando dei de cara com o ator Ray Wise, que interpretou Leland Palmer, o pai de Laura, levei um baita susto! Ray Wise, acreditem, está fazendo o papel do diabo em uma nova série chamada Reaper. Estive em Los Angeles e tive a oportunidade de entrevistá-lo. Wise contou que não sabe por que sempre interpreta esse tipo de papel, mas que deve ser por causa de sua ascendência romena. Será isso ou algum tipo de influência de David Lynch? Afinal, Kyle MacLachlan também está na pele de um ser nada normal em Desperate Housewives. Aliás, também conversei com o agente Cooper, ou melhor, Orson Hodge durante minha estada por lá. E pobre Kyle que saiu de Twin Peaks, foi parar em Wisteria Lane e caiu nos braços da mais louca das donas de casa. Orson e Bree são o que há de melhor na série. Camisa de força para os dois já!Outra cria do cineasta que está na TV atualmente é Balthazar Getty, de Estrada Perdida. Apesar da normalidade de seu Tommy de Brothers&Sisters, fico sempre esperando um momento de insanidade no personagem... Bem, talvez a louca seja eu!

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.