Paulo Otero/Divulgação
Paulo Otero/Divulgação

De Lady Gaga a Maria Gadú

Modelo tem uma trilha sonora para cada cidade

Thaís Pinheiro, O Estado de S. Paulo

24 de janeiro de 2011 | 09h00

Aos 20 anos de idade, Monique Olsen já percorreu o mundo como modelo, fotografou para as revistas e marcas mais importantes do mundo, estuda teatro, começou a fazer faculdade de Letras e, desde o último dia 10, deu um novo passo em sua carreira e assumiu o comando do Top 10, um dos carros-chefe da MTV, durante a temporada de verão da emissora, com possibilidade de ficar no canal até o fim do ano. Ao Estado, ela contou como tem sido esta nova experiência e a expectativa pelos próximos projetos.

Como surgiu o convite para ser apresentadora de TV?

Meu primeiro contato com a MTV foi há uns dois ou três anos, em backstage de desfiles da São Paulo Fashion Week. Veio uma equipe me entrevistar para falar sobre as músicas que eu ouvia no meu iPod. Depois disso, comecei a fazer alguns testes e acabou rolando.

Você já trabalhava como modelo e agora é uma VJ. Essa era uma vontade sua?

Essa parte como modelo foi uma fase e eu já estava querendo parar, criar raízes em um lugar, sabe? Quando eu era criança, gostava de imitar a (apresentadora) Dani Monteiro. Também pegava as faixas de miss da minha mãe e desfilava pela casa.

Qual é a sua relação com a música?

Sempre gostei muito de música, mas não que soubesse quantos anos tem meu artista favorito, por exemplo. Depois que entrei no programa, comecei a pesquisar mais. Se estou em Floripa, ouço Jack Johnson, Maria Gadú. Em São Paulo gosto de ouvir Britney Spears, Madonna, Lady Gaga.

No último ano, você quis se dedicar somente ao teatro. Qual é a sua prioridade agora?

Estou amando tanto apresentar que minha mãe falou que nunca me viu tão animada com um projeto. Estou neste dilema agora. A MTV é uma família, o clima é muito bom e tenho planos de continuar aqui.

Tudo o que sabemos sobre:
MTVtelevisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.