Dançarinos vencem a favorita Susan Boyle em concurso de TV

Dançarinos vencem a favorita Susan Boyle em concurso de TV

Cantora escocesa era franca favorita no 'Britain's Got Talent' depois de virar estrela com performance no show

Flavia Guerra, de O Estado de S. Paulo,

30 de maio de 2009 | 18h10

Depois de semanas que a levaram do total anonimato à fama mundial, Susan Boyle viu seu favoritismo se desfazer neste sábado, 30, diante da platéia e da audiência mundial que assistia ao programa mais comentado da TV atualmente. E o vencedor do Britain’s Got Talent 2009 não é Susan Boyle.

 

A escocesa que comoveu o mundo com sua versão de I Dreamed a Dream (de Les Misérables) perdeu o páreo para o grupo de street dance Diversity. Formado por três grupos de irmãos (mais três membros ‘avulsos), o Diversity conta com 12 dançarinos, todos jovens de 12 a 25 anos que cresceram no suburbio de Essex, zona leste londrina. Em terceiro lugar, ficou o saxofonista Julian Smith.

 

Questionada pelos apresentadores do programa sobre como se sentia diante da derrota, Susan se limitou a dizer: "Me sinto como se o Diversity tivesse ganhado. Eles são puro entretenimento. E isso é showbusiness."

 

A decepção da platéia era nítida. Pouco mais de uma hora antes, o próprio júri (formado por Amanda Holden, Piers Morgan e o controverso Simon Cowelo, que criou a milionária marca Got Talent) havia afirmado que a seu ver era Susan quem merecia ganhar.

 

Não foi o que o público britânico pensou. Os votantes que acompanharam com exclusividade a final 2009, que não é exibido no Brasil, preferiram os garotos de Essex. "Nem sei o que dizer. Ainda estou sonhando. Vou acordar já já", disse o líder do grupo, Ashley Banjo, que, como prêmio, leva para casa 100 mil libras e a oportunidade de se apresentar para a Rainha.

Tudo o que sabemos sobre:
Susan Boyle

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.