Crias do SNL em comédia maternal

Humor - Uma Mãe para o meu Bebê é o primeiro filme a reunir a ótima dupla Tina Fey e Amy Poehler

Gustavo Miller, O Estado de S.Paulo

14 de junho de 2009 | 00h15

Elas são uma dupla desde os tempos de Saturday Night Live - onde, juntas, fizeram uma das melhores bancadas do tradicional noticiário fake Weekend Update. Mas foi no ano passado, em participações especiais no SNL, que chegaram ao auge. De um lado, a morena Tina Fey, com sua imitação da republicana Sarah Palin. Do outro, a loira Amy Poehler, caracterizada da democrata Hillary Clinton. Sem exagero: elas protagonizaram os momentos mais engraçados da última eleição presidencial dos EUA.

Em Uma Mãe para o meu Bebê as comediantes se juntam pela primeira vez no cinema. Tina é Kate Holbrook, uma empresária bem-sucedida de 37 anos. Sem perspectivas de encontrar o homem da sua vida, ela sonha com uma gravidez, mas descobre ser infértil. Sua solução é contratar uma barriga de aluguel - Amy, como a golpista Angie Ostrowiski, cujo primeiro ato é se mudar para sua casa.

Comédia leve e meio "sessão da tarde", Uma Mãe para o meu Bebê tem como destaque Amy, sempre um pouco ofuscada pelo furacão Tina Fey. Ela tem um repertório humorístico muito maior e rouba a cena da colega, que parece não saber fazer outro papel que não seja o de Liz Lemon: a nerd divertida e desajeitada de 30 Rock.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.