Confissões de ex-senhoras

Evandro Mesquita viveu Henaide, em Bang Bang:"Usávamos roupas de época, touca no cabelo e perucas presas, em pleno verão carioca. Depois desse ritual, ficávamos horas esperando, suando, e a maquiagem derretia toda." "Quando a gente queria fazer xixi, tinha de levantar a saia, abaixar a meia-calça. Era terrível! Ficavam aquelas 'senhoras' urinando no mato (risos).""Entre as gravações, a gente saía, mas não tirava a maquiagem. Um dia, fui buscar minha filha e ouvi: 'Pai, você está de sombra?' Foi muita vergonha." Lúcio Mauro Filho fez personagens femininos em Sexo Frágil"Adorava fazer a namorada perfeita. Ela tinha cabelo comprido, era chique. Ficava pensando: 'Sou a Malu Mader.'""O resultado foi interessantíssimo. Fazia uma morena que até eu tinha tesão em mim (risos). Peguei muito macho no estúdio olhando para as pernocas do Wagner Moura."Estava gravando, quando minha mulher liga dizendo que marcou o parto do nosso filho para aquele dia. Atrasado, cheguei no hospital preocupado em tirar a maquiagem."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.