LUCAS JACKSON/REUTERS-18/3/2014
LUCAS JACKSON/REUTERS-18/3/2014

Começa o fim para a saga de 'Game of Thrones'

Fãs dos livros de George R.R. Martin ainda esperam o sexto volume da saga que já resultou em 4 mil páginas

Andrew Dalton AP / LOS ANGELES, O Estado de S.Paulo

14 de abril de 2019 | 03h00

Os devotados fãs de Game of Thrones que viram e reviram todos os 73 episódios da série da HBO, leram e releram as 4 mil páginas dos livros de George R.R. Martin, finalmente assistirão à oitava e última temporada da série a partir de hoje, 14. Mas será o fim ‘real’?

As tramas na série já foram muito além do que está nos livros de Martin, cujo próprio final pode ocorrer daqui a muitos anos. Embora o fim provavelmente seja similar, Martin, o mestre deste universo, poderá seguir um caminho diferente para chegar até ele, fazendo com que o próximo término da série da HBO, com o confronto entre os humanos de Westeros e os invasores Caminhantes Brancos, seja possivelmente apenas uma prévia.

Para alguns tudo isso significa apenas diversão em dobro. “Não me incomoda. Não acho que necessita ser o mesmo fim”, disse Adonis Voulgaris, fã de ambos os formatos e que vive em San Francisco. “Para mim significa somente mais conteúdo que tenho de assimilar.”

A série estreou em 2011, mesmo ano da publicação do quinto livro de Martin, As Crônicas de Gelo e Fogo. Os fãs vêm esperando, e esperando, pelo sexto livro, Os Ventos do Inverno, desde então, e muita gente se pergunta se o autor de 70 anos vai viver o tempo suficiente para terminar todos os sete livros que ele planejou.

“George não é um escritor veloz”, disse Andrew Sachler, devoto do livro e da série, de 44 anos e que vive em South Pasadena, na Califórnia. “Se você estiver acompanhando, acho que fica evidente que a série está adiante dos livros.”

O que realmente ocorreu na sexta temporada foi que o guerreiro e futuro rei Jon Snow foi ressuscitado e retornou para tentar salvar o mundo, ao passo que nos livros ele morre esfaqueado durante um motim.

Martin, produtor executivo da série de TV, que tem escrito os episódios, mas se afastou nesta temporada para trabalhar no seu livro, deu aos produtores David Bennioff e D.B. Weiss um esboço mostrando para onde vai sua planejada trama, incluindo o destino de personagens como Jon Snow, Daenerys Targaryen e Arya Stark.

Armados com esse itinerário oferecido por Martin, Benioff, Weiss e outros roteiristas vêm narrando a história sem livro para os ajudarem. Os fãs estão divididos quanto aos resultados e à verdade na visão de Martin. Outros leitores acham que a visão e o estilo dos produtores se sobrepujaram. "Acho que nas últimas temporadas, quando não há um livro como guia, você vai de um grande acontecimento para outro, sem precisar dos eventos passados, da história de fundo”, disse Gabriela Perez, 44 anos. E sem nenhum livro para atrapalhar, leitores e não leitores serão, e esperam ser, surpreendidos.

O mundo de Martin provavelmente tem futuro na TV. Ele e Jane Goldman escreveram o roteiro de um piloto, cujo cenário é Westeros milhares de anos antes da época de Game of Thrones, que está sendo produzido pela HBO. O canal de cabo tem outros possíveis roteiros derivados da série planejados para produção. /TRADUÇÃO DE TEREZINHA MARTINO.

‘AS CRÔNICAS DE GELO E FOGO’, DE GEORGE R. R. MARTIN

George R. R. Martin tem nova editora no Brasil: o Grupo Companhia das Letras, pelo selo Suma, passa a publicar 19 títulos do autor, incluindo a série As Crônicas de Gelo e Fogo (na qual Game of Thrones é inspirada). Os três primeiros títulos da série chegam às livrarias ainda em abril, de acordo com a editora.

As obras do autor eram publicadas anteriormente pela editora Leya.  

Os livros da série são: 

A Guerra dos Tronos (1996)

 

A Fúria dos Reis (1998)

 

A Tormenta de Espadas (2000)

 

O Festim dos Corvos (2005)

 

A Dança dos Dragões (2011) 

 

The Winds of Winter 

(ainda sem previsão)

 

A Dream of Spring 

(ainda sem previsão)

 

Tudo o que sabemos sobre:
Game of Thrones

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.