Danny Moloshok/ Reuters
Danny Moloshok/ Reuters

Com spoiler: todos os detalhes do último episódio da série 'The Big Bang Theory'

Produção mostrou a vida de quatro cientistas brilhantes, mas com poucas habilidades sociais, e estreou em 2007; último episódio será exibido no Brasil em 2 de junho

Jill Serjeant, Reuters

17 de maio de 2019 | 12h31
Atualizado 18 de maio de 2019 | 15h44

Atenção: tem Spoiler

Sheldon e Amy ganharam o Prêmio Nobel e o elevador finalmente foi consertado em uma final emocionante da série The Big Bang Theory, que deixou os fãs chorando de alegria.

Penny ficou grávida, Amy passou por uma mudança de visual e Sheldon se desculpou com o grupo “por não ser o amigo que merecem”, quando a comédia mais vista na televisão norte-americana chegou ao fim na quinta-feira, 16, após 12 anos. No Brasil, o último episódio será exibido no dia 2 de junho, no Warner. 

The Big Bang Theory, série sobre quatro cientistas brilhantes, mas com poucas habilidades sociais, estreou em 2007 e ganhou 10 prêmios Emmy, quatro deles para Jim Parsons, que interpreta o peculiar físico teórico Sheldon Cooper.

Durante os últimos sete anos a série foi a comédia mais vista na TV norte-americana, com cerca de 20 milhões de telespectadores, e conquistou fãs em lugares como Rússia, Brasil e França.

O episódio duplo final deu aos fãs o tipo de desfecho pelo qual muitos esperavam, incluindo o conserto do elevador, que fora um problema recorrente desde 2007.

“Estou chorando muito agora. Não só porque é o final. Consertaram o elevador”, escreveu o perfil @kylong no Twitter.

Sheldon e sua esposa, a neurobiologista Amy (Mayim Bialik), ganharam o Nobel de Física; o físico experimental Leonard (Johnny Galecki) e sua mulher, Penny (Kaley Cuoco), anunciaram que estavam à espera de um filho; e o astrofísico indiano Raj (Kunal Nayyar) conseguiu um encontro com a atriz de Buffy, a Caça-Vampiros Sarah Michelle Gellar.

Mas os momentos de maior comoção ocorreram quando o egocêntrico Sheldon abandonou um longo discurso já preparado ao receber seu Nobel e decidiu saudar os amigos na plateia.

“Peço desculpas se não fui o amigo que merecem, mas quero que saibam que, ao meu modo, amo todos vocês”, disse a eles.

Ao longo dos anos, o slogan “Bazinga!”, usado por Sheldon quando prega peças ou conta alguma piada, transcendeu a cultura pop e inspirou o nome de uma espécie de abelhas descobertas no Brasil e águas-vivas na Austrália.

A série também contou com participações especiais do físico Stephen Hawking, do chefe-executivo da Tesla, Elon Musk, do co-fundador da Apple Steve Wozniak, do astronauta Buzz Aldrin, dos atores de Star Trek William Shatner e George Takei, além lenda das histórias em quadrinhos da Marvel Stan Lee.

 

Tudo o que sabemos sobre:
The Big Bang Theorysérie e seriado

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.