Craig Blankenhorn/HBO
Craig Blankenhorn/HBO

Com segunda temporada de 'Divorce', HBO inicia programação 2018

Novos episódios da série trazem novas histórias da vida do ex-casal interpretado por Sarah Jessica Parker e Thomas Haden Church

Pedro Rocha, ESPECIAL PARA O ESTADO

07 Janeiro 2018 | 06h00

Cabe aos atores Sarah Jessica Parker e Thomas Haden Church a missão de inaugurar o ano novo de séries do canal pago HBO, o primeiro em que a empresa já inicia com as operações do seu serviço de streaming “stand alone” no Brasil, sendo, assim, concorrente direta da Netflix. Sarah e Thomas estrelam a segunda temporada de Divorce, série de comédia, com grandes pitadas de drama, que retorna no dia 21 de janeiro, às 21h, ao canal. 

A nova temporada traz de volta o casal, ou melhor, ex-casal, Francis (Parker) e Robert (Church), que agora chegam à fase final do processo de divórcio e precisam começar suas novas vidas. “A família está seguindo em frente após a separação”, analisa Thomas Haden Church em conferência telefônica com jornalistas da América Latina, com participação do Estado. “Isso abre janelas, portas e oportunidades para o início de novas relações e é uma nova estrada na qual a família precisa passar.”

Para Thomas, o maior desafio da família vai ser justamente Francis e Robert conseguirem manter uma relação amistosa como pais. “É necessário que eles construam um pouco de paz e até mesmo uma amizade.” Os filhos, aliás, foram totalmente esquecidos pelos dois na primeira temporada. Só ao final, com um acontecimento chocante, o ex-casal se deu conta disso. “Nós queríamos falar mais sobre os filhos, mas na primeira temporada precisávamos também apresentar a história de Francis e Robert e explicar seus conflitos.”

Agora, no segundo ano da série, a história deve seguir caminhos diferentes, não só pelos acontecimentos nas vidas dos personagens, como também por mudanças na equipe de produção. “Nós estamos começando de novo, tanto para a família da tela quanto para a fora da tela, por mais clichê que isso soe”, brinca o ator. Por diferenças criativas, o cocriador da série, Paul Simms, resolveu deixar a equipe. Com isso, Sarah Jessica Parker, uma das produtoras executivas, resolveu chamar para o time Jenny Bicks, produtora com quem já havia trabalhado em Sex and the City. Sharon Horgan, que criou a série com Simms, continua na equipe. 

++ Sem 'Game of Thrones', HBO aposta em 'Westworld' e série com Amy Adams para 2018

“Não a conhecia, mas sua presença deu uma revigorada”, acredita Church, que não deixa de elogiar também o trabalho de Simms e Horgan. “Bicks trouxe uma nova perspectiva para a relação entre Robert e Francis.” 

O ator afirma que a nova temporada vai avançar rapidamente pela fase mais intensa e dolorosa do divórcio e ter momentos mais leves, mas sem cair na sitcom. “Não estávamos interessados em fazer uma comédia. Para mim, Divorce, como muitas séries da HBO, é um híbrido”, analisa. “Não é uma comédia ou um drama, é uma história humana, que tem momentos de risada, reflexão, tristeza ou drama, a depender do momento.”

Foi essa dinâmica da série, inclusive, um dos motivos que fizeram Thomas Haden Church voltar à televisão pela primeira vez em 20 anos. “Filmamos cada temporada como um filme de 10 ou oito horas”, explica, em referência ao número de episódios desta temporada, oito, dois a menos que a anterior. Outro motivo foi o convite da própria Sarah Jessica Parker, com quem havia trabalhado no filme Vivendo e Aprendendo (2008). “Foi principalmente por isso, trabalhar novamente com ela.”

++ Estrelada por Sarah Jessica Parker, série ‘Divorce’ ganha trailer e data de estreia da nova temporada

Satisfeito com a série, Church será também um dos produtores da terceira temporada, já confirmada. O ator comemora o espaço que tem na produção, inclusive para improvisação. “Respeito muito nossos escritores, mas se há um momento que permita improviso, certamente eu farei. E Sarah sabia disso.”

Mais destaques da programação da HBO no início de 2018

‘Crashing’ (21/1)

Segunda temporada da série criada e estrelada por Pete Holmes

‘Mosaic’ (22/1)

Estreia da série de Steven Soderbergh com Sharon Stone

‘High Maintenance’ (2/2)

Segunda temporada da comédia estrelada por Ben Sinclair

‘Sharp Objects’ (em breve)

Minissérie com Amy Adams, baseada em livro de Gillian Flynn, de 'Garota Exemplar'

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.