Com greve, 'American Idol' promete ampliar domínio na TV dos EUA

O programa de maior audiência datelevisão americana, "American Idol," estará de volta nestaterça-feira à rede Fox, com a expectativa de conseguiraudiência maior que nunca por chegar ao horário nobre em meio agreve dos roteiristas de Hollywood. Prevendo outra temporada de enorme sucesso para o programade talentos, os preços dos anúncios já subiram nesta sétimatemporada de "Idol", fazendo do show o mais lucrativo entre osprogramas regulares do horário nobre nos Estados Unidos. Na última temporada, "Idol", que geralmente vai ao ar duasvezes por semana, teve a média de 30 milhões de espectadorespor semana. Meses antes do início da greve dos roteiristas, em 5 denovembro, um comercial de 30 segundos para a temporada 2008 de"Idol" já estava custando cerca de 750 mil dólares. Pouco antesdo retorno do programa ao ar, esse preço já tinha saltado parapelo menos 900 mil dólares, segundo compradores de mídialigados aos contratos. As duas cifras são bastante superiores aos preços doscomerciais na última temporada do programa, que traz cantoresamadores de todas as partes dos EUA concorrendo por fama e umcontrato de gravação. O valor de "American Idol" para os anunciantes só foireforçado pela queda de audiência enfrentada pelas redes rivaisda Fox, num ambiente enfraquecido pela greve dos roteiristas. A greve, que já está em sua 11a semana, sem sinais deresolução em vista, paralisou a produção dos dramas e sitcomsdo horário nobre. Com a exceção de algumas poucas séries que asredes estavam segurando para lançar na metade da temporadadeste inverno, o suprimento de episódios novos para a maioriados programas que têm roteiros está prestes a se esgotar. Em consequência disso, as emissoras estão começando aencher sua programação com uma dose pesada de reality-shows egames -- programas que independem da greve dos roteiristas eque são mais baratos de se produzir, mas, de modo geral, nãotêm tanto público. Isso torna um programa que tem a certeza de ter altaaudiência, como "American Idol", ainda mais atraente para osanunciantes, além de ampliar sua importância como plataformapromocional para outros programas da Fox.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.