Divulgação
Divulgação
Imagem Cristina Padiglione
Colunista
Cristina Padiglione
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Com 126 indicações, HBO lidera Emmy

‘Game of Thrones’ lidera lista de indicações e é seguido por 'House of Cards' e 'Mad Men'; vencedores serão anunciados domingo (20)

Cristina Padiglione, O Estado de S. Paulo

19 Setembro 2015 | 19h00

O tapete vermelho deste domingo, dia 20, diretamente de Los Angeles, só reforça a longevidade da era de ouro da TV americana. É dia de Emmy Awards, premiação que contempla as melhores séries de TV do ano, evento que conta com número cada vez maior de emigrados da telona do cinema para os enredos narrados em série. Viola Davis, dona de duas indicações para o Oscar, junta-se aos finalistas da vez, indicada para melhor atriz por How to Get Away With Murder. Suas concorrentes são Claire Danes (Homeland), Taraji P. Henson (Empire), Tatiana Maslany (Orphan Black) - favorita, ao lado de Viola -, Elisabeth Moss (Mad Men) e Robin Wright (House of Cards), que já tem um Globo de Ouro pelo papel da primeira-dama na série da Netflix.

O red carpet também espera receber Jeff Daniels, de novo finalista a melhor ator, por The Newsroom, série da HBO que já lhe garantiu uma estatueta, e Kevin Spacey, seu concorrente na mesma categoria, pelo tão aclamado e odiado Frank Underwood, de House of Cards.

Mas a estatueta de ator da vez conta com uma torcida por outro concorrente: indicado oito vezes para o Emmy Awards por Mad Men, Jon Hamm encontra agora a última chance de ser premiado pelo controverso Don Draper, o charmoso publicitário da Madison Square dos anos 1960, fio condutor da série que encerrou sua trajetória este ano, sob todos os aplausos. A própria Mad Men conta com algum favoritismo no quesito série dramática, a despeito da avassaladora torcida por Game of Thrones, campeã de pirataria e audiência do ano. Kyle Chandler (Bloodline), Bob Odenkirk (Better Call Saul) e Liev Schreiber (Ray Donovan) fecham o time de melhores atores.

Ainda no pacote de séries dramáticas, Game of Thrones e Mad Men concorrem com Better Call Saul, Downton Abbey, Homeland, House of Cards e Orange Is the New Black, título que no ano passado estava entre as indicadas para melhor série de comédia.

No terreno do riso, aliás, as apostas apontam para mais do mesmo: Modern Family, que já acumula cinco Emmys, é a mais cotada. Veep, a versão bem-humorada da Casa Branca, com Julia Louis-Dreyfus - ela mesma, que já levou o prêmio pela presidente Selina Meyer, concorre de novo, como atriz de comédia - integra a lista de comédias, ao lado de Louie, Parks and Recreation, Silicon Valley, Transparent e Unbreakable Kimmy Schmid.

Entre os meninos, as cotações do riso estão entre Anthony Anderson (Black-ish), Louis C.K. (Louie), Don Cheadle (House of Lies), Will Forte (The Last Man on Earth), Matt LeBlanc (Episodes), William H. Macy (Shameless) e Jeffrey Tambor (Transparent).

Depois de Game of Thrones, American Horror Story: Freak Show detém o maior número de indicações, finalista em 19 categorias. Mad Men, Transparent e House of Cards concorrem em 11 categorias cada um. Apesar do alto número de indicações, Game of Thrones não emplacou atores principais, mas tem três nomes entre os coadjuvantes - um homem (Peter Dinklage) e duas mulheres (Lena Headey e Emilia Clarke). 

A Warner transmitirá a 67.ª edição do Emmy Awards, a partir das 21h, com apresentação do comediante Andy Samberg, ganhador do Globo de Ouro de melhor ator pela série Brooklyn 9-9, do TBS. A Warner aproveita para inaugurar seu perfil no Periscope, aplicativo de streaming de vídeo ao vivo, com cenas extras do tapete vermelho e da premiação, nas redes sociais do canal. O red carpet, aliás, é menu de especialização de outro canal, o E!, que começa a mostrar o bas-fond na porta do teatro a partir das 18h (fuso de Brasília), sob o comando de Ryan Seacrest e Giuliana Rancic. Faça suas apostas.

CURIOSIDADES

Game of Thrones 

Com 24 indicações, a série da HBO lidera as apostas do ano

Jon Hamm

É indicado pela 7ª vez por Don Draper, protagonista de Mad Men, sem nunca ter levado

Orange Is The New Black

Indicada para comédia em 2014, série agora é finalista em drama

Jim Parsons

Protagonista de The Big Bang Theory não é indicado para ator de comédia pela 1ª vez, desde 2009

Mais conteúdo sobre:
CulturaTelevisãoEmmy

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.