Ciranda da moda

De época? Que nada... Modelos da novela das 6 vão às ruas vestir as coquetes modernas

Patrícia Villalba, O Estado de S.Paulo

07 de junho de 2008 | 21h50

Novela de época sempre enche os olhos com seus figurinos. Mas a graça desta vez é que, num cross-over que só a moda pode conceber, os modelos desfilados pelas atrizes de Ciranda de Pedra estão também nas vitrines contemporâneas. Se a moda alimentou a novela ou se a novela alimentou a moda é o que menos importa diante da possibilidade de se fazer de coquete pós-moderna, com vestidos de cintura marcada e dedinhos de fora num modelo peep toe, como os da Elzinha de Leandra Leal. Veja também:'Os 50 são a década mais revisitada'Do túnel do tempo às vitrinesOs anos 50 são conhecidos como a época da vaidade, o último suspiro da feminilidade à flor da pele antes das fogueiras de sutiã dos anos 60. "É um universo muito rico", diz a figurinista Georgia Sampaio, a Gogóia, que assina os modelos da novela das 6 da Globo. "O Denner já estava em alta, o Givenchy já vestia a Audrey Hepburn, havia a Madame Rosita em São Paulo, o Mappin..."Com a indústria têxtil brasileira exalando prosperidade, quem não podia comprar os poucos vestidos que vinham direto das maisons francesas, comprava uma revista, levava a uma boa costureira e, pronto, saía toda faceira, à Grace Kelly. E não é isso que dá vontade de fazer quando se vê Ciranda de Pedra? "A moda era artesanal. A mãe de um dos meus assistentes usava roupas iguais às da Grace Kelly. Não eram originais, mas ela tinha uma costureira fantástica em Uruguaiana (RS) que reproduzia igualzinho", diverte-se Gogóia, que desistiu de garimpar brechós, para fazer como as costureirinhas de antigamente.Em seus trabalhos de época, como na minissérie Queridos Amigos, Gogóia usa as referências de maneira sutil, para não cair no caricato. Deve ser por isso que os vestidos de Ciranda de Pedra pareçam tão aptos para ir às ruas. Calças de cós alto, casaquetos, sapatos com abertura frontal (peep toe), sapatilhas e moda marinheiro são alguns dos hits dos anos 50 que estão de volta. E, é claro, os vestidos que fazem a "cintura de vespa". "A vedete é a saia guarda-chuva. Você usa 6 metros de tecido para cortar, imagina. Mas joga no corpo e fica maravilhosa", diz Gogóia.

Tudo o que sabemos sobre:
CIRANDA DE PDRAMODAANOS 50

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.