China assume a liderança da produção mundial de telenovelas

As produções nacionais, que em 2005 só chegavam a 220 mil minutos, aumentaram mais de quatro vezes

EFE,

01 de março de 2011 | 10h14

PEQUIM - A China foi a maior produtora mundial de telenovelas em 2010 e a terceira principal de filmes, informou o escritório de propaganda do Governo central através do portal de notícias Netease.

 

O vice-ministro do Departamento Central de Propaganda do Governo, Zhijun, disse que "em 2010 a receita por bilheteria local superou US$ 100 milhões, deixando para trás as produções estrangeiras que antes dominavam o mercado do país".

 

Produções como Fundador da República, Terremoto em Tangshan e Agradável, entre outras, obtiveram um grande número de espectadores.

 

O subdiretor da Administração de Áudio e Televisão Nacional, Zhang Haitao, disse que nos últimos anos "o cinema chinês e sua eficiência na indústria de animação melhoraram significativamente".

 

As produções nacionais, que em 2005 só chegavam a 220 mil minutos, aumentaram mais de quatro vezes este número e deixaram por trás, com folga, as produções importadas.

 

Zhang explicou que em 2010 a receita de rádio e televisão alcançou na China uma taxa média de crescimento anual de 20%, gerando 224 bilhões de iuanes (US$ 35 bilhões) em receita.

 

A China conta com 35 indústrias de cinema, 70 instalações de produção de televisão, 227 estações de rádio, 247 estações de televisão e 293 salas de cinema. Em 2010, o país produziu um total de 526 filmes e 436 novelas.

Tudo o que sabemos sobre:
televisãonovelaschina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.