Divulgação
Divulgação

Charlie Sheen quer US$ 10 milhões por livro autobiográfico

Ator promete descrever os oito anos de gravações de 'Two and a Half Men'

26 de fevereiro de 2011 | 14h33

O ator Charlie Sheen declarou ao site TMZ neste sábado, 26, que pretende escrever um livro sobre sua passagem pela série Two And a Half Men em detalhes. Mas, para isso, quer, no mínimo, US$ 10 milhões pelos direitos de publicação.

Sheen afirmou ao site de celebridades que quer revelar ao público o que "realmente aconteceu" nos bastidores da série durante os oito anos em que esteve no ar, "os bons e maus momentos". Ele promete não esconder os nomes dos envolvidos.

Veja também:

link Temporada de 'Two and a Half Men' é cancelada

link Sheen diz que vai trabalhar mesmo com série cancelada

Segundo o TMZ, Sheen já tem um título: When the Laughter Stopped ("Quando as Risadas Pararam", em tradução livre).

Sheen acrescenta que já está trabalhando no livro. Confiante, ele prevê uma verdadeira guerra pelos direitos de publicação, com valor incial de US$ 10 milhões.

A rede CBS e os estúdios Warner Bros anunciaram o cancelamento das filmagens de Two And A Half Men depois que Charlie Sheen xingou o criador da série durante uma entrevista de rádio nos EUA.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.