Phil McCarten/Reuters
Phil McCarten/Reuters

Charlie Sheen pensa em deixar Two and a Half Men

Ator termina seu contrato com a série assim que gravar o último capítulo desta temporada nos EUA

EFE,

02 de abril de 2010 | 12h34

O ator Charlie Sheen pensa em deixar a sitcom "Two and a Half Men" ao término desta temporada, apesar do interesse da "CBS" em continuar com a série, informou hoje a revista "People".

 

Sheen, que recentemente passou alguns dias em um centro de reabilitação por sua mulher o ter denunciado por agressão, concluirá seu contrato com "Two and a Half Men" assim que gravar este mês o último capítulo desta temporada nos EUA.

 

"Ele quer virar a página. Sua ideia está cem por cento focada em abandonar a série", disse uma fonte citada pela publicação.

 

Desde que estreou em 2003, "Two and a Half Man" se transformou em umas das comédias mais populares da TV americana.

 

Atualmente, Charlie Sheen e "CBS" estão em processo de negociação sobre uma possível renovação do contrato do ator.

 

Segundo o site especializado em famosos "TMZ", a "CBS" estaria disposta a oferecer até US$ 1 milhão por capítulo ao ator, mas Sheen gostaria de receber US$ 1,5 milhão.

 

Fontes ouvidas pela "TMZ" asseguraram que as duas partes vão chegar a um acordo porque a sitcom é muito rentável para os dois lados.

 

Além disso, afirmaram que as especulações sobre a saída de Charlie Sheen são, na verdade, uma estratégia para pressionar na negociação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.