Mario Anzuoni/ Reuters
Mario Anzuoni/ Reuters

Cerimônia do prêmio Emmy será virtual por causa da pandemia de coronavírus

O humorista Jimmy Kimmel vai comandar a festa, que está prevista para o dia 20 de setembro

AFP, Redação

30 de julho de 2020 | 11h52

A 72° edição dos Prêmios Emmy, os mais importantes da TV americana, será totalmente virtual devido à pandemia de covid-19, que causa estragos nos Estados Unidos.  

Os organizadores do evento, previsto para 20 de setembro, enviaram uma carta a todos os candidatos selecionados, cuja lista foi publicada na terça, para informá-los que a festa em Los Angeles não será celebrada este ano. 

Não é uma surpresa, levando-se em conta a atual crise sanitária, os organizadores do evento ainda não tinham tomado uma decisão a respeito. 

"Como provavelmente adivinharam, não vamos pedir-lhes para ir ao Microsoft Theatre, no centro de Los Angeles, em 20 de setembro. Este ano, será uma vez mais a maior noite da indústria televisiva... Mas nós iremos até vocês", explica a carta publicada nesta quarta pela mídia americana e cujo conteúdo foi confirmado à AFP por um porta-voz dos Emmy.   

"Estamos reunindo uma equipe de técnicos, produtores e autores de primeira ordem para (...) irem filmá-los em casa ou no lugar de sua escolha", diz a carta, assinada pela produção e o mestre de cerimônias, o humorista Jimmy Kimmel

Tudo o que sabemos sobre:
Prêmio EmmyJimmy Kimmeltelevisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.