Censura na legenda

Público perde a piada feita por Letterman, após tradução pudica do GNT no Late Show

Roberto Godoy, O Estado de S.Paulo

29 Julho 2007 | 01h45

Que classificação que nada: o canal pago GNT só precisa é manter os tradutores da sua grade para censurar os programas. Na segunda-feira, o apresentador David Letterman, do show de conversa Late Show, fez um jogo de palavras no texto de abertura. Disse que Scooter Libby, ex-chefe de gabinete do vice-presidente americano Dick Cheney - acusado de vazar informações da segurança nacional para a imprensa - e a qualquer coisa e milionária Paris Hilton, tinham em comum o fato de terem, ambos, "servido a Dicks". Alusão à gíria americana para os genitais masculinos. Pudicamente, para evitar o uso do equivalente em português, o tradutor trocou tudo por "servirem de puxa-saco". Ficou sem sentido. E bastava manter ?dicks? entre aspas. Enfim, um assunto cacete. Essa semana, um episódio de Law & Order era de 1994. A coadjuvante da época, hoje é uma estrela: Jill Hennessy, da série Crossing Jordan.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.