Fotos: Divulgação
Fotos: Divulgação

Casos de família

Elenco fala do dramático 4.º ano da série Brothers & Sisters, que chega ao Brasil nesta semana

Etienne Jacintho - LOS ANGELES, O Estado de S.Paulo

20 Fevereiro 2010 | 16h00

A quarta temporada de Brothers & Sisters que estreia nesta quarta-feira, às 23 horas, no Universal Channel, tem um começo típico dos Walker, afinal, é a festa de noivado de Rebecca (Emily VanCamp) e Justin (Dave Annable) e toda a família está reunida. Quem acompanha a série já sabe: reunião dos Walker significa confusão na certa. E que festança! Ainda mais tendo Holly (Patricia Wettig) como anfitriã.

 

Sim, a nova temporada não alivia a tensão entre Nora (Sally Field) e Holly, mas o verdadeiro vilão do quarto ano não é uma pessoa, mas sim uma doença. Como se a vida de Nora não fosse complicada o bastante, Kitty (Calista Flockhart) descobre, no fim do episódio, que está doente. O segundo capítulo traz o diagnóstico. Kitty tem câncer.

 

"A palavra câncer é muito assustadora e ninguém quer ouvi-la", diz Calista. "Kitty está se sentindo positiva e, às vezes, negativa. Ela está aterrorizada e, às vezes, esperançosa." Ron Rifkin, que interpreta o tio Saul, confirma que a temporada será muito sobre a família combatendo o câncer. "A doença de Kitty afetará todos os personagens profundamente. Afetará nossos mundos, pois traz à tona muitos sentimentos", conta o ator.

 

 

O FILHO MISTERIOSO

Com Nora cuidando de sua filha, mal sobra tempo para pensar em outro possível vilão da temporada. Ryan (Luke Grimes), o filho que William teve fora do casamento, começa a revelar um caráter um pouco duvidoso. "Acho que, aos poucos, haverá revelações que causarão uma reviravolta até o fim da temporada", antecipa Sally Field. "Não sei, mas acho que Ryan é uma pessoa que deveria ser vigiada por alguém, mas não serei esse alguém, pois estarei ocupada com minha filha doente." A atriz diz que não tem ideia de tudo o que vai acontecer na temporada, mas confessa ter algumas dicas. "Mas não vou falar sobre isso", afirma, com cara de mistério.

 

No meio de tanto drama, a leveza e os momentos de humor ficam por conta de Scotty (Luke Macfarlane), o ponto de equilíbrio não só para Kevin (Matthew Rhys), mas também para toda a família Walker. Scotty é o genro perfeito. "Nora faz tudo com as melhores intenções", defende Macfarlane. "Que sogra não deixa os genros um pouco loucos? Consigo lidar com Nora sem problemas."

 

Scotty é um alívio também para os fãs que podem secar as lágrimas nos poucos momentos de riso na temporada. Desta vez, Brothers & Sisters se supera: difícil não chorar ao fim de cada episódio.

 

 

 

 

1ª temporada

Nora (Sally Field) tem de driblar as diferenças políticas com a filha Kitty (Calista Flockhart), ver o filho Justin (Dave Annable, foto) ir para o Iraque, além de lidar com a revelação da infidelidade do marido morto e com a possibilidade de uma filha ter sido gerada nesse relacionamento.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2ª temporada

Justin volta do Iraque ferido e seu vício piora por causa dos remédios. Ele se apaixona por Rebecca (Emily VanCamp, foto), que descobre não ser sua irmã. Sarah se separa e começa uma briga pela custódia dos filhos. Kevin e Scotty se casam e Saul revela que é gay. Outro suposto filho de William Walker aparece.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

3ª temporada

Nora encontra Ryan (Luke Grimes), filho que o marido tem fora do casamento. Ryan começa a frequentar a família, que sofre com Holly (Patricia Wettig) na presidência da Ojai. Tommy (Balthazar Getty) deixa a família após a doença da filha e a falcatrua na Ojai. Kitty (foto) adota um bebê, mas o casamento com o senador vai mal.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.