Cartas

Que raio de escola é aquela em Caminho das Índias, em que um pai, sem acompanhamento de um funcionário, entra na sala de aula para afrontar a professora? Não existe um diretor ou responsável que teria de ser informado do caso? Ou agora é moda um papai-de-filhinho entrar sem pedir licença, injuriar a professora e impor sua vontade? Vamos lá, Glória Perez, mude isso. Essa escola está sendo um péssimo exemplo e um modelo de omissão. Waldete Cestari, Jaú, SPMoro nas vizinhança de Paraisópolis e fiquei revoltado ontem (2/2) com o cinismo do sr. Datena, na Band, que fingia dar conselhos aos moradores e à polícia para se manterem calmos, mas, na verdade, estava incentivando a bagunça com o objetivo de obter maior audiência.Paulo M.paulosm@ajato.com.brUma pena Gilberto Braga desistir de assinar a minissérie contando a vida do maestro Tom Jobim por incompatibilidade de ideias junto à Globo. Tom foi um gênio e essa homenagem seria mais do que justa a ele que tanto contribuiu para a música brasileira. Marcos da RochaSantos Dumont, MG

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.