Cansado, 'Survivorman' vai abandonar a natureza selvagem

Les Stroud, mais conhecido como o aventureiro da televisão "Survivorman", já foi perseguido por um jaguar, quase morreu de insolação e passou uma noite sem conseguir dormir, cercado por leões. Agora diz que está cansado disso e está pondo fim a sua série popular de programas sobre a vida na natureza selvagem. O canadense Stroud é o apresentador do programa "Survivorman", em que ele passa uma semana sozinho no meio da natureza selvagem, com poucas ou nenhumas provisões de água, alimentos ou equipamentos, filmando-se na batalha para sobreviver em ambientes impiedosos. Mas o aventureiro de 47 anos anunciou que vai filmar sua aventura final na natureza selvagem este mês, em Papua-Nova Guiné, e com isso vai encerrar sua terceira e última série como Survivorman, embora preveja que o apelido ("Homem Sobrevivente") vá continuar com ele quando passar a trabalhar em outros projetos. "Esse trabalho é uma coisa que me esgota muito, porque faço para valer, sem equipe de cinegrafistas e sem noites em hotéis, como fazem outros, então é uma coisa que cobra um custo de meu corpo", disse Stroud à Reuters. "Passar sete dias sobrevivendo sem comida é uma coisa que só pode ser feita X vezes por ano. Estou satisfeito com o que já fiz. Já fui copiado em todo o mundo, mas já passei 25 vezes uma semana sem comer, dormindo sobre pedras. Preciso fazer outra coisa." Stroud acaba de lançar o livro "Survive! - Essential Skills and Tactics to Get You Out of Anywhere - Alive!" (Sobreviva! Habilidades e Táticas Essenciais para Tirar Você de Qualquer Lugar - Vivo!). Ele diz que seus novos projetos não devem ser destituídos de riscos. Ele passou mais de 20 anos como aventureiro e instrutor de técnicas de sobrevivência, ensinando coisas como rafting em corredeiras, caiaque no mar, caminhadas em lugares inclementes e andar de trenó puxado por cães. Mas Stroud nem sempre foi "Survivorman." No início dos anos 1980 ele filmou vídeos de rock e foi produtor de um canal canadense de clipes musicais. Ele disse que foi essa combinação de experiência filmando e vivendo ao ar livre que, em 2000, lhe deu a idéia de levar algumas câmeras pequenas para a natureza selvagem do norte de Ontario, no Canadá, e passar uma semana sozinho, sem água, comida ou equipamentos. Com as imagens filmadas, ele fez dois pilotos de uma hora que acabariam se convertendo na série "Survivorman", em que é deixado no meio do nada, mas com uma equipe de resgate posicionada a uma distância de entre 5 e 50 quilômetros de onde ele está.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.