TATA BARRETO/DIVULGAÇÃO
TATA BARRETO/DIVULGAÇÃO

Bruno Mazzeo se transforma no 'amado mestre', Chico Anysio

Cristina Padiglione, O Estado de S. Paulo

28 Outubro 2015 | 03h00

Eis aí a 1ª imagem de Bruno Mazzeo como o Professor Raimundo que foi do pai, Chico Anysio, no revival da Escolinha.
“O desafio é enorme, principalmente porque envolve muitas questões afetivas", ele diz. "Estarei nessa função, com muito orgulho, porque sou filho do homem, mas sem a menor expectativa de imitá-lo, muito menos de tentar fazer ‘uma nova versão’. Para mim, para o meu coração, é uma homenagem, um tributo. Meu pensamento é apenas homenagear não só meu pai, mas o humor brasileiro. Tenho certeza de que vai mexer muito comigo. Ainda bem que estarei cercado de amigos.”“O desafio é enorme, principalmente porque envolve muitas questões afetivas. Estarei nessa função, com muito orgulho, porque sou filho do homem, mas sem a menor expectativa de imitá-lo, muito menos de tentar fazer ‘uma nova versão’. Para o meu coração, é uma homenagem, um tributo.”
A nova edição da Escolinha soma sete episódios especiais, com estreia marcada para o dia 23 de novembro, no Viva, que apresentará, a princípio, cinco episódios, reservando dois inéditos para a exibição de todo o pacote pela Globo, a partir de dezembro, nas tardes de domingo.
Na versão, Marcelo Adnet vive o Rolando Lero, que foi de Rogério Cardoso, Fernanda Souza vira a adolescente Tati, que foi de Heloísa Perissé, Marcius Melhem vira Seu Boneco, papel de Lug de Paula, outro filho de Chico, e Mateus Solano revive o Zé Bonitinho, clássico personagem de Jorge Loredo. A classe conta ainda com Dani Calabresa, como Catifunda; Angelo Antonio, como Joselino Barbacena, e Evandro Mesquita como Sambadi Love. Em tributo a Zezé Macedo, Betty Goffman, que homenageou a atriz no teatro, será Bela. E Lúcio Mauro Filho refaz o pai, Lúcio Mauro. A direção é de Cininha de Paula.
Galinha Pintadinha produz nova série
Se há um segmento que segue rumos opostos na TV aberta e na internet/TV paga é o infantil. Quanto mais o assunto se esvazia de um lado, mais faturamento produz do outro. Hit no YouTube, com mais de 2 bilhões de visualizações, a Galinha Pintadinha ganha uma nova série animada, já em produção, para estrear no 2º semestre de 2016. Segundo anunciaram seus criadores na Summit Anual, nesta terça, a ideia é criar uma série para multitelas, um novo conceito gráfico que possa ser exibido em todas as telas. A história será dividida em núcleos: a família, as naftalinas, os sapos, as borboletas e as divas (três galinhas), com promessa de um conteúdo mais educativo em músicas e atividades.
Zezé Di Camargo e Luciano gravam especial de fim de ano para a Record no City Bank Hall, em São Paulo, dia 8.
Luan Santana está escalado para participar do final da novela I Love Paraisópolis. Grava nesta sexta.
Iniciativa da Globo, o Papus, plataforma criada para ampliar o relacionamento da casa com o público jovem (abaixo dos 30 anos), será alvo de novo encontro nos estúdios de São Paulo nesta quinta. O tema do dia será empreendedorismo.
Desaparecidos, nova produção nacional do canal A&E, aborda alguns dos 200 mil casos de desaparecimento de pessoas que ocorrem por ano no Brasil. Em parceria com a Iracema Rosa Filmes, a série trata de 26 histórias, em 13 episódios. Estreia dia 2, às 23h30.
Prestes a protagonizar mais uma versão de “a luta do século” – agendada para 12 de dezembro, em La Vegas (EUA), contra o irlandês Conor McGregor – o lutador José Aldo estrela a nova campanha do canal Combate. Um dos três vídeos da campanha traz o campeão do UFC jogando futevôlei na praia, um de seus hobbys prediletos. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.