Bronca da molecada

A manada da madrugada está assistindo e reclamando das reprises do Late Show, do David Letterman, no GNT - desta vez, todavia, há uma justificativa: a greve dos roteiristas americanos deixou órfãos e sem apoio toda a tropa dos produtores. Letterman comentou a crise. Mas, caros senhores da Net, a desculpa perdeu prazo de validade. A greve acabou e está na hora de retomar a agenda. E se o repeteco irrita os adultos, no caso das crianças fica pior ainda: os telespectadores dos canais infantis andam abusando do controle remoto, aborrecidos com o excesso de reapresentações, frustrando os anunciantes fabricantes de brinquedos que perdem audiência. O Discovery Kids, por exemplo, apresenta há meses a mesma meia dúzia de episódios das suas animações preferidas, Lazytown e Backyardigans. No fim de semana prolongado pelo feriado, os assinantes escapam da trágica programação medíocre (marcada pelos filmes (?) Anaconda 1 e 2, O Agente Teen e Mulheres Perfeitas) do período, por conta do notável Asas do Desejo (hoje, 22 horas, Telecine Cult) de Win Wenders e, talvez, 007-Cassino Royale, o novo do agente Bond, também às 22h no Telecine Premium. Que vá. O assinante Luca Faro pergunta: "O que houve com os diversos C.S.I. ?"

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.