Brasil bate recorde de indicações para o Emmy Internacional

País tem sete indicações, atrás apenas do Reino Unido; cinco prêmios podem ir para produções da Globo

Associated Press

19 de novembro de 2007 | 17h18

O ex-vice-presidente dos EUA, Al Gore, terá mais um troféu para sua estante, que já abriga um Oscar, um Emmy e um Nobel, quando o ator Robert De Niro lhe entregar uma honraria especial na noite desta segunda-feira, 19, na 34ª cerimônia dos Prêmios Emmy Internacionais.   Produções britânicas lideram as indicações, incluindo duas - melhor drama e melhor ator - para o seriado The Street, da BBC1, que acompanha as vidas de moradores de uma rua de Manchester.   O Brasil, com sete indicações - recorde para o País - está em segundo.   Das indicações brasileiras, cinco são da TV Globo, incluindo o especial sobre Elis Regina, na categoria programação artística.   Atrás do Brasil estão Japão (quatro indicações), África do Sul (três), Alemanha, Dinamarca, China e Holanda (duas cada). A Colômbia recebe sua primeira indicação, pelo documentário "Nas Mãos de Deus".   Entre os atores e atrizes indicados ao prêmio que devem comparecer à cerimônia de gala no Hotel Hilton de Nova York estão os brasileiros Lázaro Ramos (por "Cobras & Lagartos") e Lila Cabral (por "Páginas da Vida").

Tudo o que sabemos sobre:
emmyglobolázaro ramoslila cabral

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.