'Boogie Oogie' reviverá duplamente o passado

Nova novela das 6, ambientada nos anos 1970, terá bebês trocados na maternidade

João Fernanto, O Estado de S. Paulo

23 de julho de 2014 | 13h57

 

RIO - Ambientada nos anos 1970, Boogie Oogie, novela das 6 da Globo prevista para estrear no dia 4 de agosto, também vai revisitar o passado na fórmula de seu enredo. A trama, a estreia do autor Rui Vilhena, vai girar em torno da mocinha Sandra (Isis Valverde) e a vilã Vitória (Bianca Bin), trocadas na maternidade quando bebês. "Esse é um folhetim clássico", avisou o diretor Ricardo Waddington, durante apresentação para a imprensa na noite de terça.

::: Cultura Estadão nas redes sociais :::
:: Facebook ::
:: Twitter ::

A produção vai relembrar em tom saudosista a era das discotecas, com direito a KC  and the Sunshine Band e Barry White na trilha sonora, além dos penteados e figurinos característicos. Apesar de se passar no período da ditadura militar no Brasil, o regime não terá destaque na história. "Vai ter só uma pincelada de leve porque é uma novela das 6. Não é adequada ao horário", contou Rui Vilhena ao Estado.

A queda crescente da audiência das novelas é uma preocupação na emissora, "Essa questão está sendo rediscutida na mídia de massa. Nosso plano B é oferecer um produto de qualidade, pois não existe fórmula. Quando não formos compreendidos, vamos abrir esse diálogo. Quando isso acontece a culpa não é de quem vê, é de quem faz", minimizou o diretor.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Novela 'Boogie OogieTelevisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.