Brendan McDermid/Reuters
Brendan McDermid/Reuters

Bill Cosby vai apelar contra condenação por agressão sexual

Ator e comediante foi primeira celebridade julgada na era 'Me Too'

Redação, AP

12 de agosto de 2019 | 13h53

Os advogados de Bill Cosby vão lutar para revogar sua condenação por agressão sexual nesta segunda-feira, 12, enquanto o ator e comediante de 82 anos cumpre pena em uma prisão no estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos. 

Cosby foi a primeira celebridade julgada e condenada na era do movimento MeToo. Ele insiste, no entanto, que o 'encontro sexual' com uma jovem que procurava aconselhamento profissional foi 'consensual'.

No ano passado, um júri descobriu que Cosby drogou e molestou a jovem em sua casa, na Filadélfia, em 2004. Advogados de defesa afirmam que o juiz responsável pela decisão errou ao deixar cinco outros acusadores testemunharem a favor da promotoria. 

Um painel do Tribunal Superior vai ouvir os argumentos da defesa nesta segunda-feira, mas não deve tomar nenhuma decisão nos próximos meses. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.