Globo
Globo

Bebês reanimam final de 'Terra Nostra'

Novela de Benedito Ruy Barbosa está em reprise no Canal Viva

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de maio de 2000 | 21h03

A trajetória de lágrimas que marcou o amor de Juliana (Ana Paula Arósio) e Matheu (Thiago Lacerda) chega ao fim nesta sexta-feira, dia 2 de junho. A estratégia prevista pela Globo para manter a audiência de Terra Nostra acabou por modificar completamente o destino de alguns personagens, assim como parte da história contada por Benedito Ruy Barbosa.

Na sinopse original, a trama seria dividida em três fases, que contariam os 100 anos da imigração italiana para o Brasil. Como o público aceitou muito bem o elenco escalado para a primeira fase da novela, o diretor Jayme Monjardim preferiu não mexer no time de atores e as passagens de tempo, que incluiriam a saída de muitos personagens, acabou sendo adiada por várias vezes e finalmente cancelada.

Além disso, algumas mortes deixaram de ocorrer graças à opinião pública, como se sucedeu na época em que Maria do Socorro (Débora Duarte) deu à luz ao filho de Gumercindo (Antônio Fagundes). Ela deveria morrer após o parto, mas para evitar que a fatalidade fictícia criasse algo negativo em torno das mães que engravidam após os 40 anos, ficou estabelecido que ela continuaria vivendo feliz ao lado do marido.Mesmo tendo recebido muitas críticas em função da interminável "barriga" (termo utilizado para definir um período da novela em que a trama não se desenrola com muita facilidade e nada de novo acontece com os personagens), Terra Nostra manteve uma média de audiência em torno de 43 pontos.

Bebês a bordo

O amor de Juliana e Matheu ganhará uma nova razão para prosseguir. Graças à ajuda de Marco Antônio (Marcello Anthony) e Rosana (Carolina Kasting), que pediram a Francesco (Raul Cortez) que desse um emprego para o italiano, o casal não precisará voltar para a Itália e curtirá bons momentos com a nova gravidez de Juliana. Ainda não foi descartada a possibilidade do casal reaver ofilho Juanito, que foi dado como morto.

No penúltimo capítulo, Mariana (Tânia Bondezan) deverá pedir demissão de seu emprego para trabalhar na Santa Casa e cuidar do pequeno Francesquinho e de um outro garotinho que teria sido encontrado por ela na rua. O menino, segundo as madres da Santa Casa, teria chegado com muita febre, algoque pode indicar que ele seja o filho que Juliana acredita ter morrido.Um bebê também selará a união de Rosana e Marco Antônio, que além de conseguir a aprovação de Gumercindo para o casamento, também apoiará a decisão do fazendeiro em assumir José Alceu (Guilherme Bernard), seu filho com a ex-escrava Naná (Adriana Lessa).

Além de ganhar mais um filho, Marco Antônio também terá mais um irmãozinho. Além da pequena Aurora, Francesco e Paola (Maria Fernanda Cândido) também terão um novo herdeiro, que nascerá para comemorar a boa fase na vida do banqueiro. Janete (Ângela Vieira) e Josué (Juan Alba), que resolvem seguir o conselho de Francesco e abrir uma loja de roupas, também podem estar no alvo da cegonha, mas a gravidez da "madame" ainda não foi dada como certa pelo autor.

Perdão para todos

Unidos pelos laços sangüíneos, Gumercindo e José Alceu conseguem conquistar a simpatia de Maria do Socorro, que perdoa o marido e acaba fazendo as pazes com Naná. E a atitude de Maria do Socorro, que se oferece para acabar de criar o garoto, será o ponto de partida para que Gumercindo convença Naná a permitir que José Alceu estude em um colégio interno. O garoto adora a idéia de um dia poder ser um "doutor" e aceita em ir para a escola. Tiziu (André Luís), que no começo da história vivia alardeando pela fazenda que poderia ser o filho bastardo de Gumercindo, ficará torcendo para que o fazendeiro também lhe dê oportunidade semelhante a do primo.

Novo governador - Sonhando alcançar cargos de alto escalão na política, Augusto (Gabriel Braga Nunes) conta cada vez mais com a ajuda da esposa Angélica (Paloma Duarte). Interessada pelo mundo político, a moça será peça fundamental na próxima campanha eleitoral do marido, que almeja ser o novo governador de São Paulo.

Esquecendo um pouco o estilo galanteador, Augusto também deixará em paz a empregada Florinda (Bianca Castanho). Apaixonada por Bruno (Danton Mello), a italianinha não pensa duas vezes e aceita o convite do rapaz, que resolve fugir da casa dos pais só para casar-se com ela. Por causa do jovem casal, padre Olavo (Elias Gleizer) veste novamente a batina e realiza a cerimônia na fazenda Esperança com a presença de toda a colônia italiana.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.