TV Globo
Participantes do BBB21 TV Globo

Participantes do BBB21 TV Globo

BBB21: Participantes famosos perdem seguidores, popularidade e dinheiro

Um perfil batizado de Rejeição da Karol faz postagens negativas sobre a rapper e já soma 2 milhões de adeptos

Danilo Casaletti , Especial para O Estado

Atualizado

Participantes do BBB21 TV Globo

Desde o ano passado, o reality show Big Brother Brasil (BBB21), exibido pela TV Globo, convida famosos para compor seu quadro de participantes. É a turma do “camarote” – os anônimos são chamados de “pipoca”. 

Na edição de 2020, nomes como o ator Babu Santana, a atriz e cantora Manu Gavassi e a influencer Rafaella Kalimann se beneficiaram da exposição de pouco mais de três meses na casa, aumentando o número de seguidores nas redes sociais e, consequentemente, o interesse de marcas dispostas a investir em posts patrocinados. Porém, neste ano, a situação para alguns famosos não é tão favorável assim.

O caso mais notório é da cantora e apresentadora curitibana Karol Conká. Escolhida pelo público como uma das vilãs da temporada 2021, ela começou o programa com 1,6 milhões de seguidores no Instagram. Agora, cinco semanas após a estreia do BBB, esse número caiu para 1,2 milhão. 

Um perfil batizado de Rejeição da Karol, cuja descrição diz que “a meta de ter mais seguidores que a Karol”, faz postagens negativas sobre a rapper e já soma 2 milhões de adeptos. A reportagem do Estadão entrou em contato com a equipe de Karol para que ela comentasse esses fatos, mas não obteve resposta. 

A fama de má grudou na cantora após ela se envolver no cancelamento do ator Lucas Penteado, que, por se sentir perseguido e isolado, optou por desistir da competição. Karol chegou a expulsá-lo da mesa na hora do jantar. Soma-se a isso ao fato dela ter se aliado a outros dois jogadores mal avaliados pelo público: a mestra em psicologia Lumena Aleluia e o humorista Nego Di, eliminado no último dia 16 de fevereiro com 98,76% dos votos, um recorde de rejeição na história do programa. 

Em um bate-papo logo após sua eliminação, Nego se mostrou decepcionado ao ver que ganhou apenas pouco mais de 200 mil seguidores durante as três semanas que ficou no programa, totalizando 1,3 milhão. Rafaela Kalimann, segunda colocada na edição passada, ganhou 400 mil em uma semana. Passado um ano, a influencer conta com 20,3 milhões. Manu Gavassi ganhou quase 9 milhões depois de três meses na casa.

O comportamento de Karol Conká também deve doer em seu bolso. De acordo com levantamento feito pela agência Brunch, a pedido da revista Forbes, as perdas da cantora com a deteriorização de sua imagem artística podem chegar a R$ 5 milhões. No começo de janeiro, o canal GNT anunciou que não iria exibir o programa Prazer, Feminino, já gravado por Karol antes de entrar no BBB. Dois festivais de músicas tiraram a cantora de seu elenco.

Outro prejudicado é o rapper Projota que, na visão dos telespectadores, integra o chamado “gabinete do ódio” do reality, ao lado de Karol, Lumena, Nego Di e da funkeira Pocah. Ele chegou a ganhar seguidores no começo do programa, chegando a ter 4,3 milhões de fãs no Instagram. Porém, de 15 dias para cá, perdeu 600 mil deles. A equipe do cantor minimiza a fuga.

“Na verdade, os números estão errados. O Projota, somente no Instagram, tinha 2,9 milhões de seguidores quando o programa começou. O número chegou a crescer mais e então caiu um pouco. Mas ainda é positivo”, diz Haroldo Tzirulnik, empresário e fundador da Faz Produções, que cuida da carreia do rapper.

Tzirulnik afirma que Projota, um artista já consagrado – suas músicas somam mais de 2 bilhões de visualizações em seu canal de vídeos Vevo – aceitou participar do programa para se “fazer seu rosto mais conhecido e passar sua mensagem”.

O empresário afirma que Projota não perdeu nenhum patrocínio ou apoio comercial por conta de sua participação no programa. “Pelo contrário. Recebemos diversas consultas e seus números em todas as redes de streaming só fazem subir. Ele tem um grande catálogo que fala também por si. E isso é um bem valioso que poucos artistas podem se dar ao luxo de ter”, afirma.

No programa deste domingo, 21, Karol e Projota foram indicados ao paredão. Ela, pela líder, Sarah, que a acusou de ter atitudes incoerentes. Ele, foi um dos escolhidos pelos outros participantes, mas se livrou da berlinda na prova chamada bate-volta. Horas antes, o diretor geral do programa, Boninho, fez uma postagem no Twitter afirmando que Karol é uma das participantes que ele “ama”.

Em situação mais confortável, os administradores dos perfis oficiais da turma da pipoca estão pulando de alegria. A advogada paraibana Juliette Freire tinha menos de 4 mil seguidores no Instagram quando entrou no BBB. Atualmente, passa de 9 milhões. O número é maior que os seguidores de famosos como Carolina Dieckmann, Reynaldo Gianecchini, Preta Gil e de Thelma Assis, vencedora da edição de 2020. O fazendeiro goiano Caio Afiune era acompanhado por apenas 900 pessoas na rede social. Com a fama repentina, saltou para 3,2 milhões.

Cancelamento. Há 19 anos do ar, o Big Brother Brasil, é responsável por dar fama a dezenas de participantes a cada temporada – o número de confinados variaram ao longo dos anos e, em 2021, chegou a 20. Após saírem da casa, eles aproveitavam a fama participando de eventos – a chamada presença vip. Nomes como Grazi Massafera, Sabrina Sato e Jean Wyllys ganharam títulos que foram além do preconceituoso “ex-BBB”.

Com a crescimento das redes sociais e, sobretudo, com a pandemia, a fonte de renda, patrocínio e permutas passou a ser os perfis digitais, especialmente no Instagram. Por isso, o número de seguidores é tão importante. Ele é um dos termômetros para as marcas patrocinadores que costumam fugir de polêmicas.

Para Thiago Costa, coordenador da pós-graduação em Comunicação e Marketing Digital da Faap, deixar de seguir um participante do programa virou o posicionamento do telespectador. “Com esse ato, ele diz ‘eu não gosto de você’. A rede social sempre foi parte do jogo, mas, neste ano, ganhou uma função mais específica: não basta apenas votar no site do programa para eliminar um participante, é preciso deixar clara a preferência. Virou parte da diversão. É uma face do cancelamento”, explica.

O cancelamento, comportamento que virou tema no programa - inclusive, por meio de uma ação de um dos patrocinadores para conscientizar os participantes sobre como ele pode ser maléfico a quem o recebe - é visto definido como uma “moda” por Costa. 

“Há um efeito manada, algo bastante tradicional nas redes. Muito gente nem sabe direito o motivo do cancelamento, mas vai atrás. Faz parte do momento polarizado em que vivemos, no qual tudo precisa ser encaixado em colunas de certo ou errado, bom ou mau. Com a quarentena, a necessidade de aprovação social pelas redes sociais se intensificou. Então, escolhe-se um lado”, afirma. 

Para Costa, não há um tempo certo para que a rejeição de um cancelado se reverta. O conselho que ele dá é “deixar a poeira baixar”. Para os administradores dos perfis – Projota, por exemplo, tem uma equipe de quatro pessoas cuidando exclusivamente de suas redes –, resta administrar a crise e tentar ressaltar os pontos positivos dos participantes.

De acordo com o especialista, desde o ano passado, as celebridades têm perdido seguidores nas redes sociais em um movimento que, segundo ele, é mundial. Cansado de ver o look do dia ou uma infinidade de stories nos quais os famosos exibem produtos, o público, que tem ficado mais em casa por conta da pandemia, partiu em busca de conteúdos considerados mais relevantes ou que fazem mais sentido este momento, como aulas de música, esquetes de humor, dicas no estilo faça você mesmo e entretenimento no geral, além de marcas que se posicionam de forma clara sobre assuntos da atualidade.

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

‘BBB21’: Famosos comemoram Karol Conká no Paredão

Logo após a indicação, a rapper curitibana foi o assunto mais falado do Twitter

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de fevereiro de 2021 | 10h27

Sarah usou seu poder de líder do Big Brother Brasil 21 para colocar Karol Conká, sua adversária no jogo, direto no Paredão. A brasiliense chamou a rapper de “incoerente” e, na noite deste domingo, 21, logo após a indicação, as hashtags “fora Karol” e “Karol no paredão” foram os assuntos mais comentados do Twitter

A curitibana forma o quarto Paredão triplo do programa com Gilberto e Arthur, mas já tem muita campanha a favor da sua eliminação. Muitos famosos se manifestaram, como Marília Mendonça, Bruno Gagliasso, Deborah Secco, Maisa, entre outros. 

A cantora Anitta também comemorou a indicação de Karol, mas desejou que a rapper não sofra consequências pelo jogo depois que deixar a casa. “Amei Karol no paredão igual todo mundo. Não concordo com nada que ela fez e faz no jogo. Mas, ainda assim, temo pelo que pode acontecer com ela quando sair. Espero que ela possa andar na rua e tenha ajuda psicológica quando sair. Desejo que saia, que se dê mal no jogo porque fez um péssimo jogo, que tenha a consequência de seus atos, mas que possa ter oportunidade de aprender e ter uma vida quando sair”, escreveu Anitta, que já havia feito uma série de vídeos condenando a prática do cancelamento e do julgamento exagerado na internet.

Lucas Penteado comemorou a indicação da sua algoz.

Bruno Gagliasso brincou com a votação recorde de Nego Di e disse: “vamos dobrar a meta”.

Marília Mendonça, uma das maiores críticas da Karol, até mudou o nome do seu perfil para “Marília está otimista”.

Debora Secco, Maisa e Daniela Mercury engrossaram a torcida pela saída de Karol e tem até enquete. 

Já os músicos Wesley Safadão e Mumuzinho comemoraram a escolha de Sarah.

Já que é pra tombar

Desde sua indicação, Karol Conká tem pensado em como será se for eliminada. Em conversa com Gil e Lumena ela contou que espera muito julgamento, mas garantiu que não vai se abalar.  “Eu não tô nem aí. Espero que todo mundo tenha falado mal de mim pelas minhas costas, porque eu já vivo isso, entendeu? E é normal as pessoas falarem mal da gente. Não quer dizer, necessariamente, que a gente é uma merd* de pessoa”, disse a rapper, que ganhou o apelido de Jaque na internet, uma alusão à sua música Tombei: "Já que é pra tombar, tombei".

A sister há algum tempo vem demonstrando o desejo de sair do programa e já chegou a arrumar as malas depois de uma festa turbulenta, na noite em que Lucas Penteado desistiu. “Aqui é muito fácil, pra mim, se perder. É muito fácil adoecer. E eu tive um sonho em que eu ficava louca. Não que vá ficar louca, mas talvez a minha luz vá apagando e não é isso que eu quero. Parece que a minha noção já foi aqui, já deu”, contou à Projota.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

‘BBB21’: Karol Conká divide o Paredão com Gilberto e Arthur

A líder Sarah indicou a vilã do jogo para a quarta eliminação do reality

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de fevereiro de 2021 | 08h58

A líder do Big Brother Brasil 21, Sarah, estava entre a indicação de Projota e Karol Conká, dois vilões desta edição do reality. No domingo, 21, a brasiliense escolheu a rapper para o Paredão na próxima terça-feira, 23. A curitibana divide a berlinda com Gilberto e Arthur, mas a sister já é carta marcada para sair do programa.

O paredão foi todo formado no domingo. Primeiro o Anjo Caio, no posto pela segunda vez consecutiva, escolheu novamente Rodolffo para imunizar. Na sequência, Sarah fez sua indicação e confessou que só se decidiu no último minuto. “Pensei e repensei milhões de vezes. Prometi a mim mesma que ia seguir minha intuição nesse programa. Ainda acho algumas atitudes da Karol muito incoerentes”, disse a líder ao mandar a artista direto para o Paredão, sem direito a participar do Jogo Bate-Volta.  

Caio, Fiuk e Gilberto, finalistas da Prova do Líder, ganharam o direito de indicar um participante e mandaram Arthur para a berlinda. Na sequência, foi a vez da Líder da semana, Sarah, fazer sua indicação para o Paredão. A brasiliense optou por indicar Karol Conká. Dessa forma a cantora está direto na berlinda, sem direito de disputar a Prova Bate e Volta.

Caio, Fiuk e Gilberto ficaram entre os finalistas da Prova do Líder e, com isso, ganharam o direito de indicar um participante ao Paredão. O trio escolheu mandar Arthur para a berlinda.

Na votação da casa, Projota e Gilberto foram os eleitos e disputaram a Prova Bate e Volta com Arthur. Chamada de Pé na Jaca, foi um jogo de sorte onde vencia quem pisasse na jaca de número 16, que continha o líquido dourado. Projota levou a melhor e escapou do quarto Paredão. 

Confira os votos da casa

Arthur vota em Gilberto - "Por tudo que vem acontecendo nos últimos dias"

Projota vota em Gilberto - "Sempre se exalta"

Rodolffo vota em João Luiz - "Sempre que sobra um trenzinho ruim ele põe no meu pescoço”

Viih Tube vota em Projota - "Acho que fez algumas escolhas erradas no jogo"

Thaís vota em Projota - "Porque quem eu ia votar era o Rodolffo e ele está imunizado"

Camilla de Lucas vota em Projota - "Para tentar me defender”

João Luiz vota em Projota - "Não estou conseguindo entender e acessar o jogo dele"

Gilberto vota em Projota - "Não concordo com jogo dele e hoje pra me livrar do Paredão”

Lumena vota em Carla Diaz - "Acho uma jogadora muito inteligente"

Fiuk vota em Carla Diaz - "Por questão de coerência e afinidade"

Juliette vota em Lumena - "Ela fez algumas coisas que me magoaram muito"

Karol Conká vota em Gilberto - "A oscilação dele acaba confundindo a casa"

Carla Diaz vota em Lumena - "Venho sendo perseguida"

Caio vota em Camilla de Lucas - "É o oposto de mim"

Pocah vota em Gilberto - "Questão racional mesmo” 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Karol ConkaBig Brother Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Nego Di sobre 'BBB': 'Entrei pelo meu sonho e saí com a vida pessoal e profissional destruída'

O ex-BBB afirmou que ele e sua família receberam ameaças de morte e que se arrepende de ter entrado no reality

Bárbara Correa*, O Estado de S.Paulo

19 de fevereiro de 2021 | 16h38

Nego Di publicou nesta sexta-feira, 19, dois vídeos no Instagram falando sobre sua participação e eliminação no Big Brother Brasil 21. O comediante saiu do reality show da Globo nesta terça-feira, 16, com recorde de rejeição. 

Eliminado com 98,76% dos votos, o ex-BBB falou sobre sua relação com Lucas Penteado, os comentários sobre Arlindo Cruz, o cancelamento nas redes sociais e também avaliou sua passagem pelo programa. 

“Estou tentando ficar bem, tentando melhorar. Tenho bastante coisa para falar. Desde quando saí da casa, praticamente não parei. Não dormi direito, não comi. Fiz coisas que estavam no contrato que não poderia deixar de fazer (...) Achei que estivesse pronto psicologicamente, maduro o suficiente para encarar essa experiência. Mas eu não estava”, iniciou ele. 

Relação com Lucas Penteado

“Um grande erro que tive com Lucas foi ter virado as costas para ele. Talvez por não aguentar mais determinadas situações e não ter conhecimento de outras situações que ele passava. Muita coisa que ele sofreu, eu não estava presente no momento", alegou Nego.

O ex-brother também disse que, apesar da briga com Lucas, ele teve momentos bons com o ator, de conselhos e risadas, porém “infelizmente só salientaram o lado negativo, dos meus erros”. 

Piada sobre Arlindo Cruz

Nesta última semana, foram divulgadas imagens de 2019, nas quais Nego Di aparece em um programa de rádio debochando sobre as sequelas apresentadas por Arlindo Cruz, que segue se recuperando de um AVC sofrido em 2017.

Após a eliminação do comediante, a filha do sambista, Flora Cruz, afirmou que os advogados da família estão processando o ex-BBB. No vídeo publicado por Nego, ele pede desculpas a toda família de Arlindo. 

“Eu não me orgulho nem um pouco de ter feito isso e estou aqui para pedir perdão para a família do Arlindo. Na época, eu já tinha vindo às redes sociais me retratar, mas levantaram novamente essa questão e estou aqui de novo para pedir perdão”, disse ele.

“Em nenhum momento parei para pensar o quão grave era a piada, não pensei: ‘poxa se fosse a minha mãe e meu pai eu não ia gostar. Estou aqui para arcar com as consequências dos meus erros, se quiserem entrar com ação e processo vou assumir os meus erros porque sei que errei”, acrescentou. 

Rejeição, cancelamento e ameaças

“Essa rejeição foi um choque, tu sai de uma casa onde tu está completamente alienado do que está acontecendo e é empurrado para um ao vivo, com um Tiago Leifert e fui eliminado com 98,76%, é um choque. Quando eu peguei meu celular, eu estava recebendo uma enxurrada de xingamentos e ofensas. Ofensas racistas e xenofóbicas”, detalhou o humorista. 

“Eu entrei ali para buscar o meu sonho e saí dali praticamente com a minha vida pessoal e profissional destruída. Cheguei a pensar, logo que eu peguei meu celular e sentei na cama do hotel, que a minha vida tinha acabado, que a minha vida não fazia mais sentido, que o meu trabalho não fazia mais sentido, porque eu errei para caramba, mas eu também já acertei para caramba”, acrescentou ele. 

Nego Di revelou ainda que ele e sua família foram alvos de diversas ameaças de morte. “Eu recebi mensagens, a mãe do meu filho recebeu mensagens que iam esquartejar o meu filho de cinco anos, esquartejar minha mãe. Meu filho não está mais indo à escola, tá rolando aula e ele não está indo, minha mãe não está saindo de casa. Eu estou sendo julgado como se eu fosse um criminoso, pior que um criminoso”. 

“Me sinto triste por ter decepcionado e magoado essas pessoas. Mas preciso viver, trabalhar. Quero entender até quando vai isso, o que as pessoas querem de mim? Querem que eu desista da minha própria vida, que eu me mate. Recebi mensagens para eu me matar, 'Se mata logo seu lixo'. Eu tenho que me matar, desistir da minha carreira?”, indagou ele.

Arrependimento

Por fim, o comediante enfatiza que reconhece que errou em diversos momentos durante o reality e que “eu me deixei manipular, eu errei, eu escolhi ter aquelas atitudes erradas e eu admito isso”, porém seu maior arrependimento foi ter entrado no BBB. 

“Se as pessoas me perguntassem: tu se arrepende de alguma coisa? Eu me arrependi de ter entrado no Big Brother (...) A única coisa que eu tenho certeza é que preciso ter força para trabalhar, vontade de andar na rua, ser reconhecido, tirar uma foto, e fazer as pessoas sorrirem. Por enquanto está difícil. Sinto muito pelas pessoas que querem que eu me mate. Tenho só uma coisa para dizer: Vou voltar e vai ser em breve. Esse recado também é para quem gosta de mim! Eu vou voltar!”, finalizou ele. 

*Estagiária sob supervisão de Charlise Morais

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

‘BBB21’: Caio vence a Prova do Anjo e tem poder de imunizar um brother

O goiano escolheu Viih Tube e Thaís para pagar o Castigo do Monstro nesta semana

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de fevereiro de 2021 | 16h01

A quarta Prova do Anjo do BBB21, realizada nesta sexta-feira, 19, foi um quiz sobre os produtos da loja patrocinadora. Caio e Projota levaram a disputa até a nona rodada e o rapper acabou errando e dando o colar para o fazendeiro. Caio escolheu Viih Tube e Thaís para o Castigo do Monstro e pode imunizar um participante no próximo domingo, 21.

Um jogo de sorte decidiu quem ia disputar o título de Anjo. Ficaram Carla Diaz, Thaís, Fiuk, João Luiz, Pocah, Projota, Caio, Rodolffo, Lumena e Juliette. Não puderam participar: Arthur, Camilla de Lucas, Viih Tube, Gilberto, Karol Conká e Sarah, por ser a Líder.

A prova exigia boa memória e raciocínio rápido. Em um telão, eram mostrados alguns produtos e cupons por poucos segundos. Na sequência, Tiago Leifert descrevia o que tinha na imagem e os brothers deveriam responder: "menos", "mais" ou "igual". Por exemplo: aparecia 4 celulares e o apresentador dizia que eram 3. A resposta deveria ser “mais”. Quem fizesse 5 pontos primeiro, venceria a prova. 

A sexta rodada terminou com Caio e Projota igualando 5 pontos. O jogo seguiu empatado até a nona rodada, quando Projota errou a resposta. Além do colar de anjo, o fazendeiro goiano faturou 5 mil reais e uma televisão

Castigo do Monstro

Caio recebeu as regras do castigo do monstro e leu para os confinados: "Monstro vendedor: os dois castigados deverão passar o tempo todo carregando as suas inseparáveis mercadorias. Ao sinal do Monstro, as vendas estarão abertas e os dois deverão usar toda a sua criatividade e anunciar no megafone as suas ofertas para a clientela. Cada um dos castigados perde 300 estalecas, e quem estiver no VIP vai direto para a Xepa".

As escolhidas para pagar o mico da quarta semana de BBB foram Viih Tube e Thaís.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Luisa Mell defende Nego Di após eliminação no ‘BBB21’: ‘sou contra esse massacre’

A ativista dos animais expôs mensagens positivas que recebeu do humorista gaúcho

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de fevereiro de 2021 | 11h30

Desde a sua saída do Big Brother Brasil 21 nesta terça-feira, 16, Nego Di tem passado maus bocados, pagando aqui fora por cada erro cometido no jogo. Para piorar sua situação, o humorista foi acusado de enviar ameaças para o apresentador Rodrigo Bocardi, incentivando outras pessoas a exporem mensagens negativas mandadas por ele. Porém, Luisa Mell postou recados positivos que recebeu do gaúcho.

Ninguém esperava que a ativista dos animais e apresentadora fosse sair em defesa de Nego Di. Na verdade, a própria Luisa Mell se surpreendeu ao encontrar as mensagens do ex-BBB. "Quero falar uma coisa que vai surpreender muita gente, aliás todo mundo. Mas acho que a gente tem que ser justa e sincera. É sobre o Nego Di, assunto do momento. Vi muita gente postando falando que ele tinha ameaçado muitas pessoas antes do 'Big Brother'. Aí, bateu a curiosidade e fui lá olhar se ele tinha mandado alguma mensagem para mim. E não é que ele tinha mandado? Faz tempo e eu não tinha visto", admitiu numa série de vídeos postados no stories do Instagram na noite desta quinta-feira, 18. 

Em seguida, Luisa colocou um print com as mensagens de Nego Di oferecendo ajuda para divulgar as ações do Instituto Luisa Mell, sua organização sem fins lucrativos em prol dos animais. "Eu choro muito com os teus stories. Posso te ajudar de alguma forma?", escreveu o humorista, que mais tarde reforçou a proposta com outras mensagens. "Oi. Precisa que eu divulgue alguma coisa para te ajudar? Trabalho em uma rádio aqui do Rio Grande do Sul. Se precisar de algo, eu ajudo", dizia o segundo recado, de julho de 2019. 

A ativista disse que não defende o que Nego Di fez no jogo, mas não concorda com o linchamento virtual que ele vem sofrendo desde que deixou o reality. "Resolvi postar isso para vocês verem que ninguém é de todo mau. Obviamente que eu, como o Brasil inteiro, torci para ele sair. Todo mundo ficou contra ele dentro do jogo, mas sou contra esse massacre que as pessoas querem continuar fazendo com as pessoas que saem. Acho isso muito perigoso. Então, resolvi manifestar. Foi por acaso, gente. Não conheço ele. Achei essa mensagem e resolvi postar para que a gente repense", disse.

Luisa aponta que é um entretenimento e pede mais compaixão. “A gente precisa tomar cuidado com as pessoas. Por mais que seja artista, por mais que seja BBB e a pessoa esteja se expondo. A pessoa já vai para se expor, mas são seres humanos, são sensíveis. Eu sou uma pessoa que critica, sempre me posiciono quando uma pessoa erra, mas nunca para ficar massacrando ela para o resto da vida”, concluiu. 

O gaúcho teve rejeição recorde na história do BBB ao ser eliminado com 98,76% dos votos. Em entrevistas à programas na Globo, ele afirma que assistiu aos vídeos da sua participação no reality show e se arrepende de como agiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

'BBB 21': Arthur se machuca durante prova do líder e é levado ao hospital

Caio também se feriu, mas conseguiu concluir a tarefa

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de fevereiro de 2021 | 11h06

A prova do líder do Big Brother Brasil 21 desta quinta-feira, 18, exigiu mais que agilidade: sorte e concentração também foram importantes. 

Isso porque os participantes precisariam escorregar em uma rampa, que estava sendo molhada a todo instante, e encontrar a réplica específica de desodorante de um dos patrocinadores do programa em três situações: no slime, tanques de areia colorida e uma grande piscina de bolinha.

Com três etapas, venceria quem conseguisse encontrar os cards e levá-los para o ponto de partida. Detalhe: propositalmente, não havia placas com o desenho do produto para todos. O objetivo era eliminar os participantes em três etapas.

Para esta tarefa, não havia limite de tempo. A pressa seria necessária apenas para encontrar a imagem do desodorante antes dos adversários. Apesar das orientações do Tiago Leifert, em busca da liderança, os participantes de jogaram na rampa. Um deles, Caio, chegou a machucar o pé logo na primeira fase. Como conseguiu encontrar um desodorante, decidiu continuar a prova.

Já Arthur, na segunda parte da tarefa, machucou o ombro e teve de ser atendido pela equipe socorrista. Um tempo depois de já terminada a prova, quando o público sabia que Sarah era a campeã, os participantes souberam que o colega estava se recuperando.

 

 

Arthur retornou ao convívio dos 'brothers' e contou que teve de ser levado ao hospital. O participante do BBB 21 relatou como foi a sensação de encarar o público pela primeira vez após o confinamento: "Velho, muito engraçado, velho! Ninguém podeia pegar o telefone. Eu me senti muito popstar. Todo mundo sabia o meu nome antes de eu falar", disse.

Arthur também relatou que, no momento de fazer a ressonância do ombro, o médico perguntou: "Ele disse: 'Nada que contenha metal. Tá com carteira, chave ou celular?' E todo mundo começou a rir", se diverte.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Tiago LeifertBig Brother Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

'BBB 21': Cardi B elogia performance de Pocah: 'Melhor que eu'

Sister fez a coreografia de 'WAP', música da rapper norte-americana com Megan Thee Stallion, durante a festa do líder

Bárbara Correa*, O Estado de S.Paulo

18 de fevereiro de 2021 | 14h38

A festa do líder desta semana, Karol Conká,  no Big Brother Brasil 21, repercutiu internacionalmente nas redes sociais, na madrugada desta quinta-feira, 18, com uma performance da participante Pocah na pista de dança. 

Ao som de WAP, música da cantora Cardi B com Megan Thee Stallion, a sister impressionou a todos com a coreografia, inclusive a própria artista do hit.

Ao ser marcada em um vídeo de Pocah dançando, no Twitter, a rapper norte-americana respondeu em inglês a publicação na rede social dizendo: "Uau...melhor que eu". 

Os administradores das redes sociais de Pocah comemoraram o elogio. "OMG [sigla de 'oh, meu Deus']", foi publicado no Twitter oficial da funkeira, como resposta ao compartilhamento de Cardi B.

A dança de Pocah surpreendeu também os brothers que estavam na festa e ficaram ao redor da funkeira. “Que que isso. É performance, Brasil”, disse Rodolffo.

A festa desta quarta-feira, 17, teve o tema e decoração escolhidos por Karol Conká. Inspirados em alienígenas, com docinhos de extraterrestres, a festa também contou com um cartaz com o rosto da sister.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

'BBB 21': Gilberto Nogueira conquista bolsa para PhD na Califórnia

Depois de ser aceito em universidade no Texas, doutorando em economia tem mais uma opção

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de fevereiro de 2021 | 14h35

Enquanto está confinado no Big Brother Brasil, Gilberto Nogueira conquistou duas vagas para PhD nos Estados Unidos. O primeiro resultado saiu no final da semana passada, em universidade no Texas, e nesta quinta-feira, 18, foi confirmada sua aprovação na Califórnia, com bolsa de estudo. 

A notícia foi divulgada na rede social do professor Rafael Costa Lima. "Esses últimos 11 meses foram muito difíceis. Então vou pegar carona e comemorar o sucesso dos meus alunos. Gilberto Nogueira foi aceito no PhD da University of California, Davis, com bolsa", escreveu. "Não é apenas um PhD excelente, é o que estava no topo da lista de preferências dele".

 

A mãe de Gilberto, Dona Jacira, disse em entrevista ao Gshow que esse sempre foi o sonho do filho. "É o sonho da vida inteira dele. Ele entrando em uma universidade fora do país, está aí o resultado de muito estudo e muita dedicação. Dias e dias sem sair de casa, sem ter contato com ninguém, sem ir para festas, sem nada".

Nascido em Jaboatão e criado em Paulista, o pernambucano faz doutorado em Economia na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), onde pesquisa a relação entre a ação do Estado e o nível de violência cometido dentro do mercado de drogas.

Gilberto chegou a se questionar sobre os processos de seleção durante o reality. "Queria muito o anjo para saber se eu passei no PhD. Não sei se mainha pode falar. Queria muito saber se eu sou um futuro PhD", disse o pernambucano de 29 anos, que em breve terá uma boa surpresa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Rafinha Bastos declara apoio a Nego Di: 'No que puder ajudar, estou aqui'

Ex-BBB saiu com 98,76% dos votos, maior índice de rejeição da história do programa

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de fevereiro de 2021 | 10h00

Após a saída de Nego Di do Big Brother Brasil 21, da TV Globo, o humorista Rafinha Bastos usou as redes sociais para fazer uma avaliação do colega gaúcho e comediante dentro e fora da casa.

"Que o Nego Di entenda que a única saída agora é não se levar a sério", aconselhou Rafinha em postagem no Twitter. 

Ele, que é ex-integrante do programa CQC, da Band, analisou que Nego Di não soube aproveitar a oportunidade para demonstrar ao Brasil o seu potencial humorístico durante o reality. "Tem que rir de si mesmo... fazer humor, coisa que ele não conseguiu nem na casa e nem hoje na Ana Maria Braga", ensina. 

Rafinha Bastos sempre se envolveu em polêmicas. Tudo começou em 2011, quando o comediante foi processado por Wanessa Camargo e o marido por causa de uma piada feita durante apresentação do programa CQC. Na ocasião, quando a cantora estava grávida, o humorista disse que “comeria Wanessa e seu bebê”. Cinco anos depois, após vencer o processo, o casal decidiu doar os R$ 150 mil pagos por Rafinha a uma instituição de caridade em Goiás.

Em 2017, Rafinha defendeu o direito de expressão de grupos envolvidos em manifestações nazistas e racistas na cidade de Charlottesville, nos Estados Unidos. Após a repercussão negativa, o comediante fez um vídeo no YouTube pedindo desculpas: "Tem duas palavrinhas que agora eu preciso dizer a respeito do que falei naquele vídeo: eu errei".

Agora, Rafinha Bastos torce para que Nego Di reflita sobre seus posicionamentos no Big Brother Brasil 21 e que seja capaz de dar a volta por cima após o recorde de rejeição do público: "Espero que ele acorde e faça sucesso com o show “98%”. No que eu puder ajudar, tô aqui", concluiu. Além da publicação no Twitter, o comediante compartilhou a mensagem no Instagram e fez uma série de stories analisando o caso.

 

 

VEJA TAMBÉM: Quem são os participantes do 'Big Brother Brasil 21'

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Veja quem são os participantes mais rejeitados da história do 'BBB'

Nego Di assumiu o recorde que antes pertencia a Aline Cristina, da quinta edição

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de fevereiro de 2021 | 09h48

Nesta terça-feira, 16, Nego Di fez história no Big Brother Brasil ao ser eliminado com 98,76% dos votos do público. O recorde de rejeição pertencia há 15 anos a Aline Cristina, do BBB5, que saiu da casa com 95% dos votos no Paredão duplo contra Grazi Massafera. A vilã foi considerada falsa pelo público. Em 2018, a ex-BBB ganhou ação contra a Globo para que a emissora apagasse todos os conteúdos relacionados a ela do desativado site Ego.

Já Nego Di foi considerado o maior vilão do BBB ao se virar contra seu parceiro Lucas Penteado, que o ajudou a vencer as duas primeiras provas e se tornar líder, mas na semana seguinte ele usou seu poder para vetar o brother de participar de uma prova e ainda disparou um discurso sobre decepção para afastar o ex-amigo. Depois disso, foi uma sequência de alianças erradas, discursos ofensivos e piadas sem graça que lhe renderam a coroa de maior rejeitado do reality.       

A terceira participante mais votada foi Patrícia Leitte, em 2018, eliminada com 94,26% em um paredão triplo, depois de brigar com Gleici, que foi a campeã daquele ano. O BBB18 ainda tem mais dois nomes na lista dos 10 mais rejeitados do programa. 

Confira abaixo a lista completa dos participantes eliminados com as maiores rejeições do BBB: 

Tudo o que sabemos sobre:
Big Brother Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.