Divulgação/TV Globo
Divulgação/TV Globo

'BBB 22' estreia buscando mais interações com o público

Agora sob comando de Tadeu Schmidt, reality show terá mais jogos direcionados aos telespectadores

Camila Tuchlinski, O Estado de S.Paulo

16 de janeiro de 2022 | 05h00

Estreia na segunda, 17, a 22.ª edição do Big Brother Brasil, na TV Globo, com um prêmio de R$ 1,5 milhão. Assim como em 2020, o programa terá os grupos Pipoca, formado por anônimos, e Camarote, por personalidades. A principal novidade é a estreia de Tadeu Schmidt, ex-Fantástico, como apresentador. 

“Fiquei empolgadíssimo com o convite, feliz da vida, porque sei a importância e o tamanho que tem o Big Brother Brasil. Eu já assistia para ver o desempenho do Pedro Bial como apresentador e, depois, do Tiago Leifert”, afirma. 

Sobre a maneira como vai conduzir o reality, Schmidt garante que tem liberdade: “Estou aprendendo muito com as pessoas da equipe, que têm tanta experiência, e sei que terei liberdade para criar a minha maneira de apresentar”. 

Grunge

O cenário é inspirado em décadas do fim do século 20, com muitas cores, néon e xadrez, no melhor “estilo grunge”. No quadro Cat BBB, Dani Calabresa assumirá o posto de Rafael Portugal. E o humorista Paulo Vieira ganhou uma participação especial: o Big Terapia, quadro em que será responsável por “analisar” o comportamento dos participantes de forma divertida. 

“O BBB está no ar há duas décadas. Nesse período, o programa se transformou, mas, ao mesmo tempo, nunca deixou de ser uma grande paixão. Nunca foi só mais um programa de televisão”, avalia o diretor-geral Rodrigo Dourado. 

Jogo

No streaming, o Globoplay fez transformações em algumas atrações sobre o reality. Ana Clara comandará, às quintas-feiras, o Fora da Casa, e o humorista Rhudson Victor assume o Parada BBB às segundas, quartas e sextas, na mesma plataforma. Outra novidade é um jogo direcionado aos espectadores do BBB 22. O novo recurso permitirá que o público escolha uma equipe que se sairá melhor nas provas e dinâmicas da semana. 

Em 2020, o programa enfrentou um desafio: a pandemia de covid-19. Desde então, o reality segue sem a participação de plateia. Em 2022, apesar de todos os candidatos apresentarem comprovante das duas doses da vacina, três testaram positivo para covid-19 e tiveram de cumprir isolamento uma semana antes da estreia. 

O BBB também se tornou uma importante fonte de arrecadação publicitária para a Globo: as vendas negociadas ultrapassam R$ 700 milhões, segundo o jornal Meio e Mensagem.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.