Kent Smith/History Channel
Kent Smith/History Channel

Barry Sloane, astro de ‘Revenge’, estreia nova série como militar dos EUA

‘Six - Esquadrão Antiterrorista’ traz o ator britânico como um “SEAL” da Marinha dos EUA

Pedro Rocha, ESPECIAL PARA O ESTADO

02 Agosto 2017 | 15h21

Por que fãs da extinta série Revenge deveriam dar uma chance para Six - Esquadrão Antiterrorista, o novo trabalho do ator Barry Sloane na TV? “Porque eu estou nele, é claro!”, brinca o britânico, de 36 anos, em entrevista ao Estado, numa conferência por telefone.

Bastante popular no País, Revenge nos apresentou Sloane como o misterioso personagem Aiden, um dos interesses amorosos da protagonista. Agora, na nova série, que estreia no dia 5 de agosto no canal History aqui no Brasil, o britânico vive Joe “Bear” Gravem, um militar dos EUA que é membro do respeitado time Six, que reúne alguns dos melhores oficiais da Marinha norte-americana para operações especiais, como o enfrentamento ao terrorismo.

Em Six - Esquadrão Antiterrorista, série criada por William Broyles Jr. (roteirista de Apollo 13), o personagem de Sloane atua com “sangue” nos olhos quando o seu ex-líder no time, Rip (Walton Goggins), é sequestrado por um grupo terrorista na Nigéria. O ex-militar, figura paterna para Bear, estava no país vivendo como um empreiteiro, depois que um erro numa missão contra o Talibã o obrigou a sair do time dos Six. 

“O que temos na série é o elemento humano. Apesar de ser ambientado no meio militar dos EUA, sinto que representa pessoas em todo o mundo”, afirma o ator britânico. “É certamente o papel mais intenso que já vivi, física e mentalmente. E é como deveria ser, fazer apenas de uma forma muito bidimensional não faria justiça a esses personagens.”

Sloane relata que vive uma relação simbiótica com Bear por sua dedicação a ele. “Eu amo o personagem, é um privilégio contar sua história. Eu aprendi muito mais sobre mim mesmo do que em qualquer outro papel que eu tenha feito, mudou a mim para sempre.”

Para viver um membro dos Navy SEALs, como são chamados os oficiais da marinha, o ator conta que passou por um treinamento físico intenso. Além de consultoria com um especialista dos SEALs e com alguns membros do time Six da vida real, o elenco teve uma preparação física num centro de treinamento especializado, que atua com atletas e militares profissionais. “Os treinos lá são de seis meses, mas fizemos em duas semanas, o que foi bem difícil, especialmente para civis como nós”, revela Sloane, que acredita que todo o trabalho foi necessário. “Se você não se esforça para ir além, com o objetivo de representar esses homens e mulheres, você não merece contas suas histórias, na minha opinião.”

Mas, para o ator, o desafio maior foi psicológico. “Eu tenho um porte físico adequado para estar no time, o que ajuda, mas o aspecto mental é o que pesa mais, eu tive que aprender a pensar como um SEAL da Marinha”, confessa. 

Pai de dois filhos, Sloane diz também ter sentido o peso de gravar, já para o primeiro episódio, cenas em que o personagem Bear lida com a perda de um filho. “Foi uma experiência estranha e bem emocional. Estar no lugar desse homem que perdeu uma criança não foi nada confortável”, revela o ator.

O resultado de toda a preparação, para o ator, não poderia ser mais positivo. Apesar de serem de gêneros bem diferentes, ele destaca Six e Revenge como seus principais trabalhos. “Revenge para mim era uma série fantástica, feita com o coração. E há muitas semelhanças entre essas duas séries”, acredita. "Assim como Revenge, estou incrivelmente orgulhoso de Six. Estou confiante de que as pessoas no Brasil vão amar.”

Nos EUA, pelo menos, a série já é amada. Exibida por lá no começo do ano, Six teve bons números e já garantiu uma segunda temporada, que terá, ao todo, 10 episódios, dois a mais que a primeira, que chega ao Brasil no sábado, 5 de agosto, pelo canal History, às 23h35.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.