Chris Pizzello/Invision/AP
Chris Pizzello/Invision/AP

Ator de 'Caindo na Real', Bob Einstein morre aos 76 anos, de câncer

Criador do personagem Super Dave Osborne, também participou da série 'Tratamento de Choque' e do filme 'Treze Homens e um Novo Segredo'

Redação, O Estado de S. Paulo

02 de janeiro de 2019 | 22h10

O ator norte-americano Bob Einstein, conhecido por seus papéis em séries de comédia como Caindo na Real (Arrested Development), em que vivia Larry, e Segura a Onda (Curb Your Enthusiasm), na qual viveu Marty Funkhouser, morreu nesta quarta-feira, 2, aos 76 anos, em sua casa na Califórnia.

Também roteirista, sua morte se deu por complicações da leucemia, contra a qual se tratava havia vários anos, e a notícia foi confirmada pelo irmão, o comediante e produtor Albert Brooks. 

Einstein começou a carreira em 1968, escrevendo roteiros para o programa The Summer Brothers Smothers Show. No mesmo ano, passou a atuar no The Smothers Brothers Comedy Hour

Einstein sempre teve talento para a comédia, criando o famoso personagem Super Dave Osborne, conhecido no programa de humor The John Byner Comedy Show, dos anos 1970. 

Também fez parte do elenco da série Tratamento de Choque, ao lado de Charlie Sheen e do filme Treze Homens e um Novo Segredo.

 Bob Einstein deixa sua mulher por mais de 40 anos, Roberta, sua filha Erin e seus netos Ethan e Zoe. 

O guitarrista do Radiohead, Jonny Greenwood, confessou ter  se hospedado em hotéis com o nome de Marty Funkhauser nas duas últimas turnês da banda, em homenagem ao personagem de Einstein. Pelo Twitter, o músico compartilhou uma homenagem ao saber da morte do ator: "É tão triste ouvir isso", escreveu ele. "Ele foi incrível em Curb."

Mais conteúdo sobre:
Bob Einsteincinema

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.